A convivência de natureza digital virtual nas tribos: formação na perspectiva do hibridismo tecnológico digital

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v12.n.esp.2.9881

Palavras-chave:

Formação do educador. Hibridismo tecnológico digital. Convivência digital virtual.

Resumo

O artigo aborda a formação do educador por meio das tecnologias digitais (TD) emergentes, compreendidas como espaços de convivência. A problemática contempla dois aspectos: o contexto do hibridismo tecnológico digital e a constituição da convivência de natureza digital virtual, nos cursos de formação inicial do educador, desenvolvidos no Brasil e na França. Os dados empíricos resultaram do processo de interação e representação dos conhecimentos nas atividades propostas e foram submetidos à metodologia de análise de conteúdo. Os resultados evidenciam a constituição da convivência de natureza digital virtual por meio: das relações de emocionar, a estética que funda a “tribo”; do “estar-junto” no cotidiano; das relações dialógicas nos processos de interação; do acoplamento estrutural na convivência.

Biografia do Autor

Luciana Backes, Universidade LaSalle - UNILASALLE (professora pesquisadora) Centre Edgar Morin (pesquisadora convidada)

Possui graduação em Pedagogia Habilitação Magistério e Séries Iniciais pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (1996), especialização em Informática na Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2002), mestrado em Educação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (2007) e doutorado em Educação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (2011) e Sciences de l’Education pela UniversitéLumière Lyon 2 (2011). Bolsa de Estágio Pós-Doutoral no Exterior CAPES, na l’Université Paris Descartes Paris V - Sorbonne (2013-2014). Professora titular da Universidade LaSalle - Unilasalle, Programa de Pós-Graduação em Educação. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Digital, atuando principalmente nos seguintes temas: processos de ensino e de aprendizagem, construção do conhecimento, formação do educador, práticas pedagógicas, informática na educação, educação on-line, ambiente virtual de aprendizagem, metaverso, hibridismo tecnológico digital, Espaço de Convivência Digital Virtual - ECODI, comunidades virtuais de aprendizagem, processo de autonomia, processo de autoria, dimensões do acoplamento estrutural, cultura emergente. Líder do Grupo de Pesquisa Convivência e Tecnologia Digital na Contemporaneidade COTEDIC UNILASALLE/CNPq. Pesquisadora visitante ao Centre Edgar Morin - Paris

Eliane Schlemmer, Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS (professora-pesquisadora)

Eliane Schlemmer é Bolsista Produtividade em Pesquisa do CNPq e avaliadora ad hoc da CAPES, do CNPq e da FAPERGS. Doutora em Informática na Educação - Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS (2002), Mestre em Psicologia do Desenvolvimento - UFRGS (1998), Bacharel em Informática - Universidade do Vale do Rio dos Sinos ? UNISINOS (1992). Atualmente, é professora-pesquisadora titular do Programa de Pós-Graduação em Educação na UNISINOS (nota 7 na CAPES) e líder do Grupo de Pesquisa Educação Digital - GPe-dU UNISINOS/CNPq.

Cleber Gibbon Ratto, Universidade La Salle - UNILASALLE (professor-pesquisador)

Pesquisador do CNPq. Psicólogo pela Universidade Católica de Pelotas. Psicoterapeuta. Doutor em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Tem experiência nas áreas da Psicologia e da Educação, atuando principalmente nos temas ligados aos fundamentos filosóficos e sociológicos dessas áreas. Discute temas como educação, cultura contemporânea, juventudes, comunicação e novas sociabilidades. Atualmente é pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Educação (Mestrado/Doutorado) do Centro Universitário La Salle (UNILASALLE), do qual foi coordenador adjunto (2012-2016) e docente do Mestrado Profissional em Reabilitação e Inclusão do IPA. Foi coordenador do Curso de Psicologia do Centro Universitário Metodista - IPA (2008-2010). Avaliador de Cursos de Graduação do SINAES - MEC/INEP. Líder do Grupo de Pesquisa "Cultura contemporânea, Sociabilidades e Práticas Educativas e integrante do Grupo de Pesquisa interinstitucional "Cultura, Subjetividade e Políticas de Formação", ambos cadastrados no CNPQ.

Referências

BACKES, L. A formação do educador em mundos virtuais: uma investigação sobre os processos de autonomia e de autoria. Dissertação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS, 2007.

BACKES, L. A configuração do espaço de convivência digital virtual: A cultura emergente no processo de formação do educador. Tese, Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS, Brasil e Université Lumière Lyon 2, Lyon, France, 2011.

BACKES, L. Espaço de Convivência Digital Virtual (ECODI): O acoplamento estrutural no processo de interação. ETD - Educação Temática Digital, 15, 337-355, 2013.

BACKES, L. O hibridismo tecnológico digital na configuração do espaço digital virtual de convivência: formação do educador. Inter-ação (UFG. Impresso), 40, 435-457, 2015.

BACKES, L.; SCHLEMMER, E. Construction of Virtual Realities in Teacher Training: Configuration of Cohabiting Spaces. In: 22 nd ICDE World Conference on Distance Education, 2006, Rio de Janeiro. Promoting Quality in On-line Flexible and Distance Education, 2006. v. 1. p. 1-8.

BACKES, L.; SCHLEMMER, E. O aprender e o ensinar na formação do educador em mundos virtuais. Educere et Educare, v. 2, p. 129-140, 2007.

BACKES, L.; SCHLEMMER, E. Práticas pedagógicas na perspectiva do hibridismo tecnológico digital. Revista Diálogo Educacional (PUCPR. Impresso), v. 13, p. 243-266, 2013.

BECKER, F. Epistemologia do professor: O cotidiano da escola. Petrópolis: Vozes, 1993.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. v. 1, 7ªed., São Paulo: Paz e Terra, 2003.

COSTA, R. C. A. Interação em mundos digitais virtuais: uma investigação sobre a representação do emocionar na aprendizagem. Dissertação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS, 2008.

FREIRE, P.; SHOR, I. Medo e ousadia: cotidiano do professor. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

HUGON S. Soudain: la technique. Les cahiers européens de l’imaginaire: technomagie, 3, 62-69, 2011.

LATOUR, B. Nous n’avons jamais été modernes, essai d’anthropologie symétrique. Paris : La Découverte, 1991.

LEMOS, A. Cibercultura: tecnologia e vida social na cultura contemporânea. Porto Alegre: Sulina, 2007.

LEMOS A. Mobile communication and news sense of places: a critique of spatialization in cyberculture. Galáxia, 18, 91-108, 2008.

LEVY, P. Cibercultura. Rio de Janeiro: Editora 34, 1999.

LEVY, P. O que é virtual? São Paulo: Editora 34, 1996.

LEVY, J.; LUSSAULT, M. Dictionnaire de la géographie et de l’espace des sociétés. Paris: Belin, 2003.

MAFFESOLI, M. Le Temps des tribus. Le déclin de l’individualisme dans les sociétés de masse. Paris : La Table Ronde, 2000.

MAFFESOLI M. O imaginário é uma realidade. Revista FAMECOS, 15, 74-82, 2001.

MAFFESOLI M. Perspectivas tribais ou a mudança do paradigma social. Revista FAMECOS, 23, 23-29, 2004.

MAFESSOLI M. Les mémoires des tribus et le ré-enchantement du monde. In F. Casalegno, Mémoire quotidienne: communautés et communication à l'ère des réseaux. Québec: Presses de l'Université Laval, pp. 129-146, 2005.

MAFFESOLI M. Comunidade de destino. Horizontes Antropológicos, 25, 273-283, 2006.

MAFFESOLI M. L’initiation au présent. Les cahiers européens de l’imaginaire: technomagie, 3, 14-27, 2011.

MAFFESOLI, M. O tempo retorna: Formas elementares da Pós-Modernidade. Rio de Janeiro: Editora Forense Universitária, 2012.

MATURANA, H. R. Uma nova concepção de aprendizagem. Dois Pontos, 15, 28-35, 1993.

MATURANA, H. R. Transformación en la convivencia. Santiago de Chile: Dólmen Ediciones, 1999.

MATURANA, H. R. A ontologia da realidade. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2002.

MATURANA, H. R.; VARELA, F. J. A árvore do conhecimento: as bases biológicas da compreensão humana. São Paulo: Palas Athena, 2002.

MORAES, M. C. Educar na biologia do amor e da solidariedade. Petrópolis: Vozes, 2003.

PIAGET, J. A Tomada de consciência. São Paulo: Melhoramentos, 1978. (a)

PIAGET, J. Fazer e compreender. São Paulo: Melhoramentos, 1978. (b)

SANTAELLA, L. A ecologia pluralista da comunicação: conectividade, mobilidade, ubiquidade. São Paulo: Paulus, 2010.

SANTOS, M. Por uma geografia nova: Da crítica da geografia a uma geografia crítica. São Paulo: Editora HUCITEC, 1980.

SANTOS, M. Metarmofoses do espaço habitado: fundamentos teóricos e metodológicos da geografia. São Paulo: Edusp, 2008.

SCHLEMMER, E. A representação do espaço cibernético pela criança na utilização de um ambiente virtual. Dissertação, Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS, 1998.

SCHLEMMER, E. A aprendizagem com o uso das Tecnologias Digitais: Viver e Conviver na Virtualidade. Série-Estudos (UCDB), Campo Grande, v. 1, n. 19, p. 103-126, 2005.

SCHLEMMER, E. ECODI - A criação de espaços de convivência digital virtual no contexto dos processos de ensino e aprendizagem em metaverso. Cadernos IHU Idéias (UNISINOS), v. 6, p. 1-32, 2008.

SCHLEMMER, E. Web 3.0, TMSF, Web 3D, ECODIS: Um Futuro Muito Presente na Educação a Distância? In: VI Conferência Internacional de TIC na Educação - Challenges 2009, 2009, Braga. Anais VI Conferência Internacional de TIC na Educação - Challenges 2009. Braga: Universidade do Minho, 2009. v. 1. p. 1-15.

SCHLEMMER, E. Formação de professores na modalidade online: experiências e reflexões sobre a criação de Espaços de Convivência Digitais Virtuais ? ECODIs. Em Aberto, v. 23, p. 99-122, 2010.

SCHLEMMER, E. Políticas e práticas na formação de professores a distância: por uma emancipação digital cidadã. In: Gatti, B. A.; Junior, C. A. S.; Nicoletti, M. G.; Pagotto, M. D. S. (Org.). Por uma política nacional de formação de professores. 1ed. São Paulo: Unesp, 2013, p. 109-136.

SCHLEMMER, E. Gamificação em espaços de convivência híbridos e multimodais: design e cognição em discussão. Revista FAEEBA, v. 23, p. 73-89, 2014.

SCHLEMMER, E. Mídia social em contexto de hibridismo e multimodalidade: o percurso da experiência na formação de mestres e doutores. Revista Diálogo Educacional (PUCPR. Impresso), v. 15, p. 399-421, 2015. (a)

SCHLEMMER, E. Gamificação em contexto de hibridismo e multimodalidade na educação corporativa. Revista FGV Online, v. 5, p. 26-49, 2015. (b)

SCHLEMMER, E. Games e Gamificação: uma alternativa aos modelos de EaD. Revista Iberoamericana de Educación a Distancia, v. 19, p. 1-12, 2016. (a)

SCHLEMMER, E. Hibridismo, Multimodalidade e Nomadismo: codeterminação e coexistência para uma Educação em contexto de ubiquidade. In: D. Mill; A. Reali. (Org.). Educação a distância, qualidade e convergências: sujeitos, conhecimentos, práticas e tecnologias. 1ed.São Carlos: EdUFSCar, 2016, v. 1, p. 61-85. (b)

SCHLEMMER, E.; MALIZIA, P.; BACKES, L.; MORETTI, G. Comunidades de aprendizagem e de prática em metaverso. São Paulo: Cortez, 2012.

SCHLEMMER, E.; MORETTI, G. ; BACKES, L. Spazi di convivenza ibrida e multimodale: ipotesi e sfide per l'apprendimento. QWERTY - Rivista interdisciplinare di tecnologia, cultura e formazione, v. 10, p. 78, 2015.

SCHLEMMER, E. ; BACKES, L. ; FRANK, P. S. S.; SILVA, F. A. Learning through the Construction of Virtual Worlds in Continuing Distance Education. In: 22 nd ICDE World Conference on Distance Education, 2006, Rio de Janeiro. Promoting Quality in On-line Flexible and Distance Education, 2006. v. 1. p. 1-10.

SCHLEMMER, E.; BACKES, L. Learning in Metaverses: Co-Existing in Real Virtuality. 1. ed. Hershey, PA: IGI Global, 2015. v. 1. 356p.

SCHLEMMER, E.; BACKES, L.; LA ROCCA, F. L'Espace de coexistence hybride, multimodal, pervasif et ubiquitaire: le quotidien de l’éducation à la citoyenneté. Educacao Unisinos (Online), v. 20, p. 297-306, 2016.

SOUZA e SILVA, A.. Do ciber ao híbrido: tecnologias móveis como interfaces de espaços híbridos. In D. C. Araujo (Org.) Imagem (ir)realidade: comunicação e cibercultura. Porto Alegre: Sulina, p. 21-51, 2006.

Downloads

Publicado

23/08/2017

Como Citar

BACKES, L.; SCHLEMMER, E.; RATTO, C. G. A convivência de natureza digital virtual nas tribos: formação na perspectiva do hibridismo tecnológico digital. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 12, n. esp.2, p. 1194–1216, 2017. DOI: 10.21723/riaee.v12.n.esp.2.9881. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/9881. Acesso em: 28 fev. 2021.

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.