Políticas públicas de direito à educação para os idosos em internação

Hamilton de Oliveira Telles Júnior, Ivone Panhoca, Bárbara Lucchesi Ramacciotti, Rosália Maria Netto Prados

Resumo


As pessoas estão vivendo mais. A população vem passando por grandes transformações, tanto sociais como tecnológicas, que apontam para a necessidade de processos educacionais específicos para pessoas idosas. O idoso tende a ser apartado socialmente, com prejuízos para sua saúde e, consequentemente, sua qualidade de vida. Este estudo, de abordagem qualitativa, tem como objetivo descrever e analisar as políticas públicas aplicáveis à educação, para o idoso internado em hospitais ou em instituições, com base no modelo de análise de políticas públicas, expresso por Di Giovanni, em que se verificam os atores envolvidos nessas políticas e seus interesses afins. Como possível meio para consecução de um programa dirigido à educação de idosos, evidencia-se a possibilidade da inclusão social do idoso e o uso de programas de educação, com iniciativa do terceiro setor, que no âmbito da educação não formal traz grandes transformações para a sociedade no que se refere ao exercício da cidadania.


Palavras-chave


Envelhecimento. Analfabetismo. Inclusão. Classe hospitalar. Educação não formal.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, Rayane Kelly de Lima.; DENISE, Sousa Moreira.; XAVIER, Renata Carla Torres.; PEIXOTO, Berenguer de Souza. Atividades lúdicas com idosos institucionalizados: um relato de experiência. Revista Saúde e Ciência, on line, v.4, n.3. Suplemento dezembro de 2015, p. 89-93. Disponível em: http://150.165.111.246/revistasaudeeciencia/index.php/RSC-UFCG/article/viewFile/305/221#page=90. Acesso em: 22 maio 2016.

BARTHOLO, Maria Elisa Carvalho.; ROCHA, Fátima Niemayer.; LIMA, Bárbara Dana.; PACHECO, Luara de Freitas. Educação e qualidade de vida do idoso: uma ação de extensão no centro de convivência do idoso. Revista Fluminense de Extensão Universitária, Vassouras, V. 2, N. 1, p. 21-32, jan/jun., 2012. Disponível em: http://editorauss.uss.br/index.php/RFEU/article/view/399. Acesso em: 22 maio 2016.

BRASIL. Estatuto da Criança e do Adolescente, Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L8069.htm. Acesso em: 13 set. 2015.

BRASIL. Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente. Direitos da Criança e do Adolescente Hospitalizada. Resolução nº 41 de outubro de 1995. Diário Oficial da União, 17/10/95 - Seção I, p.163/9-16320 - Brasília - Distrito Federal

BRASIL. Estatuto do Idoso. Lei nº10.741, de 1º de outubro de 2003. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/L10.741.htm. Acesso em: 15 maio 2016.

BRASIL. Lei nº 13.005, Plano Nacional de Educação, de 25 de junho de 2014. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm. Acesso em: 13 set. 2015.

BRASIL. Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. O que é orçamento público. Disponível em: http://www.planejamento.gov.br/servicos/faq/orcamento-da-uniao/conceitos-sobre-orcamento/o-que-e-orcamento-publico. Acesso em: 23 maio 2016.

CARVALHO, Fagner dos Santos. O Papel dos Grupos de Interesse e Pressão na Formatação e Fortalecimento da Democracia Brasileira: O Caso do Departamento Intersindical Assessoria Parlamentar (Diap) Durante o Processo da Constituinte (1987/1988) Brasileira. AURORA, ano III número 5, dezembro de 2009. Disponível em: http://www.marilia.unesp.br/Home/RevistasEletronicas/Aurora/CARVALHO.pdf Acesso em: 12 fev. 2016.

DI GIOVANNI, Geraldo. As Estruturas Elementares das Políticas Públicas. Caderno de pesquisa, v. 82, 2009. Disponível em: https://observatorio03.files.wordpress.com/2010/06/elementos-das-politicas-publicas.pdf. Acesso 15 maio 2016.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Ed. Especial, Rio de janeiro, Nova Fronteira, 2012.

GOHN, Maria da Glória. Educação-não formal e cultura política: impactos sobre o associativismo do terceiro setor. 5. Ed; São Paulo; Cortez, 2011.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Projeção da população por sexo e idade: Brasil 2000-2060. Unidades da Federação 2000-2030, 29 de agosto de 2013. Disponível em: Projeção da população por sexo e idade: Brasil 2000-2060 Unidades da Federação 2000-2030. Acesso em: 15 maio 2016.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Distribuição da população por sexo, segundo os grupos de idade. Brasil, 2000 e 2010. Disponível em http://censo2010.ibge.gov.br/sinopse/webservice/frm_piramide.php?ano=2000&codigo=&corhomem=88C2E6&cormulher=F9C189&wmaxbarra=180. Acesso em: 15 maio 2016.

MANTOAN, Maria Teresa Eglér. Inclusão Escolar: o que é? por quê? como fazer? São Paulo: SUMMUS, 2015.

MENDES, Márcia R. S. S. Barbosa.; GUSMAO, Josiane Lima de.; FARO, Ana Cristina Mancussi.; LEITE, Rita de Cássia Burgos de O. A situação social do idoso no Brasil: uma breve consideração. Acta paul. enferm. [on line]. 2005, vol.18, n.4, pp.422-426. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-21002005000400011. Acesso em: 31 maio 2016.

MINAYO, Maria Cecília de Souza.; HARTZ, Zulmira Maria de Araújo.; BUSS, Paulo Marchiori. Qualidade de vida e saúde: um debate necessário. Ciência e Saúde Coletiva, v. 5, n. 1, p. 7-18, 2000. Disponível em: http://adm.online.unip.br/img_ead_dp/35428.PDF. Acesso em: 07 jun. 2016.

NORDON, D., GUIMARÃES, R., KOZONOE, D., MANCILHA, V., NETO, V.. Perda cognitiva em idosos. Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba. 11 de set. 2009. Disponível em: http://revistas.pucsp.br/index.php/RFCMS/article/view/1874/1288. Acesso em: 25 maio 2016.

PERUZZO, Cecilia Maria Krohling. Representações dos movimentos populares na mídia e como eles se representam: visibilidade pública e perspectivas cívicas. Conexão – Comunicação e Cultura, UCS, Caxias do Sul – v. 14, n. 28, jul./dez. 2015, p. 31-49. Disponível em: http://www.ucs.br/etc/revistas/index.php/conexao/article/viewFile/3874/2329 Acesso em: 22 fev. 2016.

SÃO PAULO, Secretaria de Educação. Mundo do Trabalho. Disponível em: http://www.ejamundodotrabalho.sp.gov.br/oqueE.aspx. Acesso em: 15 maio 2016

SOARES, Marcia Regina Pacheco.; ISTOE, Rosalee Santos Crespo. Alfabetização e inclusão de pessoas idosas: uma proposta interdisciplinar mediada pelas tecnologias da informação e da comunicação. Revista Científica Interdisciplinar. V. 2, n. 3, p. 165-424, jul./set. 2015. Disponível em: http://revista.srvroot.com/linkscienceplace/index.php/linkscienceplace/article/view/123/62. Acesso em: 15 maio 2016.

SOUZA, Celina. Políticas Públicas: Uma Revisão da Literatura. Sociologias, Porto Alegre, ano 8, nº 16, jul/dez 2006, p. 20-45. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/soc/n16/a03n16. Acesso em: 14 fev. 2016.




DOI: https://doi.org/10.22633/rpge.v21.n2.2017.10025



Rev. on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1519-9029

DOI prefix: 10.22633/rpge

Licença Creative Commons 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.