Os desafios para a inovação na gestão escolar em micro e pequenas empresas

Maria Carolina Almeida Dias

Resumo


A implementação de ações de inovação em micro e pequenas empresas (MPEs) é primordial para a ampliação da competitividade, aumento do faturamento e diversas modificações positivas nos diferentes setores da economia. No entanto, inovar traz questionamentos e incertezas, sobretudo nas MPEs. Sendo assim, o Programa Agentes Locais de Inovação (ALI), busca disseminar o conhecimento e orientar a prática de ações inovadoras nessas empresas. Sua metodologia envolve diagnósticos e acompanhamentos mensais, dentro de um período de 30 meses, divididos em 5 ciclos (0 à 4). Para este artigo, foram analisadas 8 empresas do segmento educacional, participantes do Programa ALI, pertencentes aos municípios de Marília e Assis, estado de São Paulo, com o objetivo de apresentar propostas de ações que visem melhorias no relacionamento com os alunos, enfatizando a clareza da proposta de valor da empresa e os diferenciais de cada uma. Para isso, foram realizadas pesquisas bibliográficas, estudo de campo para observação in loco e aplicação do diagnóstico Radar de Inovação, que mensura o grau de inovação global, em um conjunto de 13 dimensões. A partir disso, foi identificado que as empresas puderam colocar em prática diferentes ações de inovação em marketing, através do desenvolvimento das dimensões estudadas, apresentado melhora nos Ciclos 0 e 1. As ações propostas também trouxeram resultados positivos no nível de satisfação dos alunos, além de um maior engajamento da comunidade com a escola.


Palavras-chave


Radar de Inovação; Inovação em marketing; Escolas inovadoras.

Texto completo:

PDF XML

Referências


BACHMANN, D. L.; DESTEFANI, J. H. Metodologia para estimar o grau das inovações nas MPE. Curitiba, 2008. Disponível em: www.bachmann.com.br/website/documents/ArtigoGraudeInovacaonasMPE.pdf. Acesso em: 07 fev. 2017.

BRASIL. Lei Complementar 123, de 14 de dezembro de 2006. Institui o Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte. Disponível em:http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/LCP/Lcp123.htm. Acesso em: 01 maio 2017.

CALMANOVICI, A. Inovação, a competitividade e a projeção mundial das empresas brasileiras. Revista USP, São Paulo, n.89, p.190-203, mar./maio, 2011

COLAGNESE, S. A.; MÉLO, J. L. B. A Técnica de entrevista na pesquisa social. Cadernos de Sociologia, Porto Alegre, v. 9 p. 143- 1559. 1998.

DUARTE, E. M. O empreendedorismo nas micro e pequenas empresas: um estudo aplicado à cidade de Pará de Minas – MG. 2013. 88 fls.Dissertação de Mestrado). Faculdades Pedro Leopoldo – Pedro Leopoldo, MG, 2013.

FERNANDES, M. E. Vivências de campo: o ofício do pesquisador. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2011. 172 p.

IBGE. Pintec: pesquisa de inovação tecnológica. 2011. IBGE – Coordenação de indústria, Rio de Janeiro, 2013.

MACEDO, A. M.; POREM, M. E.; ANDRELO, R. Comunicação organizacional e inovação em micro e pequena empresa: um estudo sobre a aplicação do “Radar da Inovação” Comunicação e Sociedade, v. 26, 2014, p.109-135. Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS) Universidade do Minho, campus de Gualtar Braga, Portugal.

OCDE. Manual Oslo: Diretrizes para coleta e interpretação de dados sobre inovação. OCDE publishing. 3 ed. Paris, 2005.

ORLANDI, P. Las Pymes y su rol en el Comercio Internacional. Universidade de Palermo. Series del Centro de Estudios para el Desarrollo Exportador – CEDEX. Buenos Aires, jun./2006 Disponível em: http://www.palermo.edu/cedex/pdf/pyme_com_internacionall.pdf. Acesso em: 08 fev. 2017.

SEBRAE, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. Cartilha Faça Diferente. Inovar é um Ótimo Negócio. Brasília, 2009.

SEBRAE, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. Participação das Micro e Pequenas Empresas na Economia Brasileira. Relatório Executivo. Brasília, 2015. Disponível em: http://www.bibliotecas.sebrae.com.br/chronus/ARQUIVOS_CHRONUS/bds/bds.nsf/e55cdb1932bc40120b21bf4d277bb6ea/$File/5307.pdf. Acesso em: 08 fev. 2017.

SEBRAE, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. Programa ALI. Disponível em: www.sebrae.com.br. Acesso em: 04 dez. 2016.

SIMOES, L.C.; OLIVEIRA, M. A. C.; MENDES, D. R. F.; PINHEIRO, A. A. Radar da inovação: um estudo de caso das prestadoras de serviço de Brasília/DF. Revista de Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas, Curitiba v. 4, n.2, 2015.




DOI: https://doi.org/10.22633/rpge.v22.n.1.2018.10893



Rev. on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1519-9029

DOI prefix: 10.22633/rpge

Licença Creative Commons 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.