O uso dos resultados do SARESP como instrumento de gestão escolar: boletim pedagógico e avaliação institucional

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v23i3.12896

Palavras-chave:

Avaliação dos sistemas de ensino, SARESP, Avaliação institucional, Planejamento didático-pedagógico.

Resumo

O Sistema de Avaliação do Rendimento Escolar de São Paulo foi criado em 1996. O objetivo deste estudo é identificar se os resultados do SARESP 2016 foram discutidos entre gestores e professores e quais foram os encaminhamentos; verificar também se as escolas realizam a avaliação institucional de modo a subsidiar a gestão escolar. A metodologia utilizada é a pesquisa bibliográfica, pesquisa documental e a coleta de dados. Como resultados, o estudo apresenta que os alunos das escolas com proficiência básico ou abaixo do básico tiveram como encaminhamento, basicamente, a recuperação no contraturno no Programa Novo Mais Educação e aspectos que a comprometem. Em relação à Avaliação Institucional o que é denominado como tal não consiste “de fato” em um processo de busca pela compreensão da realidade escolar. É utilizado apenas um Instrumento de AI fornecido pela Diretoria de Ensino que consiste em um questionário aplicado no último dia de aula.

Biografia do Autor

Claudia Pereira de Pádua Sabia, Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC) da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP/Marília)

Possuo graduação em Administração (1986), especialização em Administração Empresarial (1989), mestrado em Educação (2001) e doutorado em Educacao (2007) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Foi avaliadora Ad Hoc do INEP/MEC para os cursos de Administração de 2002 à 2013. Membro do Grupo de Pesquisa Organizações e Democracia desde 1997. Professora Assistente do Departamento de Administração e Supervisão Escolar - DASE da Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC da UNESP, campus de Marília. Atua na área de políticas públicas em educação, gestão escolar e avaliação.

Referências

ARCAS, P. H. Implicações da progressão continuada e do SARESP na avaliação escolar: tensões, dilemas e tendências. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.

BAUER, A. Usos dos resultados do SARESP: o papel da avaliação nas políticas de formação docente. 2006. 172 f. Dissertação (Mestrado em Educação), Universidade de São Paulo (USP), São Paulo, 2006.

BAUER, A. Uso dos Resultados do SARESP e Formação de Professores: a visão dos níveis centrais. In: BROOKE, N.; ALVES, M. T. G.; OLIVEIRA, L. K. M. (orgs.) A Avaliação da Educação Básica: a experiência brasileira. Belo Horizonte: Fino Traço, p. 381-386, 2017.

BAUER, A; SOUSA, S. Z. L.; HORTA NT, J. L.; VALLE, R.; PIMENTA, C. O. Iniciativas de avaliação do ensino fundamental em municípios brasileiros: mapeamento e tendências. Revista Brasileira de Educação, v. 22, p. 1-19, 2017.

BROOKE, N.; CUNHA, M. A. A avaliação externa como instrumento da gestão educacional

nos estados. Estudos & Pesquisas Educacionais, v. 2, p. 17–79, 2011.

BROOKE, N.; CUNHA, M. A Avaliação Externa como Instrumento da Gestão Educacional nos Estados. In: BROOKE, N.; ALVES, M. T. G.; OLIVEIRA, L. K. M. (orgs.) A Avaliação da Educação Básica: a experiência brasileira. Belo Horizonte: Fino Traço, p. 359-364, 2015.

CALDERÓN, A. I.; OLIVEIRA JUNIOR, R. G. Sistema de avaliação e rendimento escolar do estado de São Paulo: uma abordagem na linha do tempo. In: III III Congresso Ibero Americano de Política e Administração da Educação, 2012, Zaragoza. Cadernos ANPAE. Recife: Biblioteca ANPAE, v. 15. p. 1-16, 2012.

CAPOCCHI. E. R. Avaliações em larga escala e políticas de responsabilização na educação: evidências de implicações indesejadas no Brasil. 214 p. 2017. Dissertação (Mestrado em Educação). Faculdade de Educação da universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.

EVERS, Williamson M.; WALBERG, Herbert J. School accountability. Stanford: Hoover Institution Press, 2002.

RAVITCH, D. Testing and Accountability Historically Considered. In: EVERS, Williamson M.; WALBERG, H. J. School accountability. Stanford: Hoover Institution Press, p. 9-22, 2002.

SÃO PAULO. SEE. Resolução SE n. 27, de 29 de março de 1996. Dispõe sobre o Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo. Disponível em: http://siau.edunet.sp.gov.br/ItemLise/arquivos/27_1996.htm. Acesso em: 20 jul. 2017.

SÃO PAULO. Lei Complementar n. 1078, de 17 de dezembro de 2008. Institui a Bonificação por Resultados- BR, no âmbito da Secretaria da Educação. Disponível em: http://www.legislacao.sp.gov.br/legislacao/dg280202.nsf/6279925b177ee40183256b6f00692f13/a2898744a65659d903257523004bf8c1?OpenDocument. Acesso em: 31 jan. 2018.

SÃO PAULO. Resolução SE n. 41, de 31 de julho de 2014. Dispõe sobre a realização das provas de avaliação relativas ao Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo – SARESP/2014. Disponível em: http://file.fde.sp.gov.br/saresp/saresp2014/Arquivos/Resolu%C3%A7%C3%A3o%20SE%2041_14_SARESP2014.pdf. Acesso em: 31 jan. 2019.

SÃO PAULO. Resolução SE n. 41, de 18 de agosto de 2015. Dispõe sobre a realização das provas de avaliação relativas ao Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo – SARESP/2015. Disponível em: http://file.fde.sp.gov.br/saresp/saresp2015/Arquivos/RESOLU%C3%87%C3%83O_SE_41_SARESP_2015.pdf. Acesso em: 31. jan. 2018.

SÃO PAULO. Boletim Pedagógico do SARESP de 2016. Disponível em: http://saresp.fde.sp.gov.br/2016/ Acesso em 20 jul. 2017.

SÃO PAULO. Sumário Executivo do SARESP 2017. Disponível em: http://saresp.fde.sp.gov.br/2017/Arquivos/sumario_executivo_15_junho.pdf. Acesso em: 31 jan. 209.

SÃO PAULO. IDESP. Disponível em: http://www.educacao.sp.gov.br/idesp Acesso em 28 maio 2018.

SOUSA. S. Z. Avaliação escolar: constatações e perspectivas. Revista de Educação AEC, Brasília: AEC do Brasil, ano 24, n. 94, p. 59-66, jan./mar. 1995.

Publicado

15/08/2019

Como Citar

Sabia, C. P. de P. (2019). O uso dos resultados do SARESP como instrumento de gestão escolar: boletim pedagógico e avaliação institucional. Revista on Line De Política E Gestão Educacional, 23(3), 665–679. https://doi.org/10.22633/rpge.v23i3.12896

Edição

Seção

Artigos