A atuação do psicólogo na escola de Ensino Fundamental: modalidades de trabalho

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30715/doxa.v22i2.13811

Palavras-chave:

Psicologia educacional, Escola, Intervenções, Revisão sistemática

Resumo

Um psicólogo no contexto escolar é facilitador de possibilidades, especialmente no Ensino Fundamental. Diante isso, o objetivo desse estudo foi de investigar a atuação do psicólogo na escola de ensino fundamental, pontuando as modalidades de trabalho que estão sendo executadas atualmente. Realizou-se uma revisão sistemática contemplando uma busca nas bases de dados Biblioteca Virtual em Saúde, PubMed Central, Scielo, Directory of Open Access Journals e Directory of Open Access Repositories. Foram analisados oito artigos, considerando as características dos participantes e as modalidades de intervenções, bem como os resultados desses trabalhos. A quantidade de trabalhos encontrados demarca uma fragilização de relatos de experiência dos profissionais da psicologia, sendo que essa modalidade de trabalho é pouco valorizada pela comunidade científica. Sugere-se que sejam desenvolvidos trabalhos na modalidade de relatos de experiência para a divulgação do conhecimento sobre intervenções de profissionais da psicologia e desenvolvimento das práticas psicológicas em contexto escolar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafaela Fava de Quevedo, Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS), São Leopoldo – RS

Mestre em Psicologia Clínica. Professora de Pós Graduação em Terapia Cognitivo-Comportamental.

       

Referências

AQUINO, F. S. B.; LINS, R. P. S.; CAVALCANTE, L. A.; GOMES, A. R. Concepções e práticas de psicólogos escolares junto a docentes de escolas públicas. Revista quadrimestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional, v. 19, n. 1, p. 71-78, 2015.

BARBOSA, R. M.; MARINHO-ARAÚJO, C. M. Psicologia escolar no Brasil: reflexões e reflexões históricas. Estudos de Psicologia, v. 27, n. 3, p. 393-402, 2010.

BENITEZ, P.; DOMENICONI, C. A atuação do psicólogo na inclusão escolar de estudantes com autismo e deficiência intelectual. Psicologia Escolar e Educacional, v. 22, n. 1, p. 163-172, 2018.

BULHÕES, L. F. A construção de práticas críticas em espaços de formação do/a psicólogo/a escolar. Psicologia Escolar e Educacional, v. 22, n. 1, p. 211-213, 2018.

CASEMIRO, J. P.; FONSECA, A. B. C.; SECCO, F. V. M. Promover saúde na escola: reflexões a partir de uma revisão sobre saúde escolar na América Latina. Ciência e Saúde Coletiva, v. 19, n. 3, p. 829-840, 2014.

CIA, F.; COSTA, C. S. L. Desempenho acadêmico nas séries do ensino fundamental: Relação com o desenvolvimento social. Psicologia Argumento, v. 30, n. 68, p. 109-118, 2012.

EVANGELISTA, A. L. F.; AMARAL, A. F. Atuação do psicólogo escolar na rede pública de ensino, da teoria à prática: uma revisão bibliográfica conceitual. Psicologia e Saúde em Debate, v. 3, n. 2, p. 62-73, 2017.

GUIMARÃES, G.; AERTS, D.; CÂMARA, S. G. A escola promotora da saúde e o desenvolvimento de habilidades sociais. Diaphora: Revista da Sociedade de Psicologia do Rio Grande do Sul, v. 12, n. 2, p. 88-95, 2013.

MIURA, P. O. et al. O ambiente escolar como espaço potencial para adolescente: relato de experiência. Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais, v. 13, n. 2, p. 14-14, 2018.

MOHER, D.; LIBERATI, A.; TETZLAFF, J.; ALTMAN, D. G. The PRISMA Group. Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses: The PRISMA Statement. PLoS Med, v. 6, n. 7, 2009.

OLIVEIRA, C. B. E.; MARINHO-ARAÚJO, C. M. Psicologia escolar: cenários atuais. Estudos e pesquisas em psicologia, v. 9, n. 3, p. 648-663, 2009.

OLIVEIRA, Í. M.; TAVEIRA, M.; NEVES, L. F. Sensibilizar professores para o desenvolvimento de carreira dos alunos: Relato de uma experiência. Psicologia Ciência e Profissão, v. 34, n. 2, p. 512-523, 2014.

PERINI, J. P. et al. Relato de experiência sobre a reflexão da conduta passiva em ambiente escolar. RELACult-Revista Latino-Americana de Estudos em Cultura e Sociedade, v. 2, n. 4, p. 134-147, 2016.

QUEVEDO, R. F.; MAGGI, A. Por uma psicologia institucional na escola: reflexões acerca das relações de poder. In: CLAUS, S. M.; STEDILE, N. L. (Org.). Rede de Cuidados em Saúde. 1. ed. Caxias do Sul: Traço diferencial, 2018. v. 1, p. 169-184.

QUEVEDO, R. F.; CONTE, R. F. Projeto defesa à vida: a psicologia na escola de ensino fundamental. Psicologia: Teoria e Pesquisa, v. 32, n. 2, 2017.

ROSE, T. M. S. et al. Práticas educativas inovadoras na formação do psicólogo escolar: uma experiência com aprendizagem cooperativa. Psicologia: Ciência e Profissão, v. 36, n. 2, p. 304-316, 2016.

SAVEGNAGO, S. D. O. et al. Oficinas com meninas em uma escola aberta: espaço de diálogo, reflexão e reconhecimento da singularidade. Temas em Psicologia, v. 23, n. 2, p. 467-480, 2015.

SILVA, F. C.; GANDA, D. R. Intervenção em psicologia escolar: relato de experiência com crianças de um projeto de educação integral. Psicologia e Saúde em debate, v. 5, n. 1, p. 37-49, 2019.

SANTOS, D. L. Contribuições da psicologia escolar para a prevenção e combate ao bullying. Diaphora: Revista da Sociedade de Psicologia do Rio Grande do Sul, v. 15, n. 2, 2015.

VALLE, L. E. L. R. Psicologia escolar: um duplo desafio. Psicologia Ciência e Profissão, v. 23, n. 1, p. 22-29, 2003.

Publicado

31/08/2020

Como Citar

QUEVEDO, R. F. de. A atuação do psicólogo na escola de Ensino Fundamental: modalidades de trabalho. DOXA: Revista Brasileira de Psicologia e Educação, Araraquara, v. 22, n. 2, p. 381–393, 2020. DOI: 10.30715/doxa.v22i2.13811. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/doxa/article/view/13811. Acesso em: 13 abr. 2021.