Rememorar é transcender: um diálogo com licenciandos do grupo PET conexões de saberes da Universidade Federal Fluminense

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v15iesp2.13829

Palavras-chave:

Formação inicial, Programa de Educação Tutorial, Saberes docentes, Profissão docente.

Resumo

Este trabalho tem por objetivo analisar narrativas de licenciandos acerca das contribuições do Grupo PET Conexões de Saberes da Universidade Federal Fluminense (UFF) para a formação e a produção de saberes profissionais dos envolvidos. Com enfoque qualitativo, do tipo estudo de caso, o universo investigado foi composto por 4 licenciandos, bolsistas do referido Grupo, que a ele estiveram vinculados entre os anos de 2014 e 2018. As informações foram coletadas por meio de entrevistas pautadas por um roteiro semiestruturado, caderno de campo e observações das reuniões realizadas nos encontros semanais. Também foram analisados documentos oficiais que respaldam legalmente o Programa de Educação Tutorial/MEC-SESu e materiais que norteiam a criação e o desenvolvimento do trabalho realizado pelo Grupo selecionado. Os resultados evidenciam produção e articulação de saberes docentes produzidos na universidade e na escola, compartilhamento de ações de natureza profissional, ressignificação dos conhecimentos teóricos estudados e desenvolvimento de um olhar investigativo sobre sua futura profissão. Apontam, ainda, que a participação no Grupo citado amplia e reforça as chances de permanência na universidade devido ao sentimento de coletividade, de acolhimento pessoal e de pertencimento no sentido profissional, bem como em razão do apoio financeiro que os licenciandos recebem do Programa, mediante o pagamento de uma bolsa.

Biografia do Autor

Cyntia de Souza Bastos Rezende, Universidade Federal Fluminense (UFF), Niterói – RJ

Doutoranda em Educação.

Mônica Vasconcellos, Universidade Federal Fluminense (UFF), Niterói – RJ

Doutora em Educação. Professora da Faculdade de Educação e do Programa de Pós-graduação em Educação.

Referências

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1996.

BRASIL. Decreto nº 7.219, de 24 de junho de 2010. Dispõe sobre o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 25 jul. 2010.

CHARLIER, É. Formar Professores Profissionais para uma Formação Contínua Articulada à Prática. In: PAQUAY, L. et al. Formando professores profissionais: Quais estratégias? Quais competências? 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2001. p. 85-102.

CLANDININ, D. J.; CONNELLY, F. M. Narrative inquiry: experience and story in qualitative research. San Francisco: Jossey-Bass, 2000.

GATTI, B. Atratividade da carreira docente; Relatório de Pesquisa. São Paulo: Fundação Carlos Chagas; Fundação Victor Civita, 2009.

______, B. Educação, escola e formação de professores: políticas e impasses. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n. 50, p. 51-67, out./dez. 2013. Editora UFPR.

_______, B. Políticas de formação de professores. In: SCARELI, G. (Org.). Educação, Culturas, Políticas e Práticas Educacionais e suas relações com a Pesquisa. Porto Alegre: Sulina, 2015.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

LÜDKE, M; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. 8. ed. São Paulo: EPU, 2004.

MATTOS, C. L. G. de; CASTRO, P. A. de. Entrevista como instrumento de pesquisa nos estudos sobre fracasso escolar. In: Seminário Internacional de Pesquisa e Estudos Qualitativos - pesquisa qualitativa: rigor em questão, 4, 2010, Rio Claro. Anais do IV Seminário Internacional de Pesquisa e Estudos Qualitativos, 2010.

PERRENOUD, P. O Trabalho sobre o Habitus na Formação de Professores: análise das práticas e tomada de consciência. In: PAQUAY, L. et al. Formando professores profissionais: Quais estratégias? Quais competências? 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2001. p. 161-184.

SPINK, M. J. A produção de informação na pesquisa social: compartilhando ferramentas. In: ARAGAKI, S. S. (Org.). Entrevistas: negociando sentidos e coproduzindo versões de realidade. 1.ed., Rio de Janeiro: Centro Edelstein de Pesquisas Sociais, 2014. (Publicação virtual). Cap. 3.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 17. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

VICENTE, M., VASCONCELLOS, M. Perspectivas em Diálogo. Revista de Educação e Sociedade, Naviraí, v. 01, n. 01, p. 43-54, jan-jun. 2014. Disponível em: <http://www.seer.ufms.br/index.php/persdia> Acesso em: 15 de janeiro de 2018.

Publicado

26/06/2020

Como Citar

Rezende, C. de S. B., & Vasconcellos, M. (2020). Rememorar é transcender: um diálogo com licenciandos do grupo PET conexões de saberes da Universidade Federal Fluminense. Revista Ibero-Americana De Estudos Em Educação, 15(esp2), 1569–1584. https://doi.org/10.21723/riaee.v15iesp2.13829

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)