Jardim de infância para a vida toda

Uma prática pedagógica baseada na aprendizagem criativa para a formação de leitores literários na educação básica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v17i4.16041

Palavras-chave:

Aprendizagem, Criatividade, Formação de leitores literários

Resumo

Tendo em vista os novos desafios que se impõem para ensinar no século XXI, o objetivo deste trabalho é apresentar uma prática pedagógica que prioriza a criatividade e o protagonismo estudantil, por meio de atividades de leitura literária. Os trabalhos estão centrados na leitura do livro intitulado A mala de Hana: uma história real. A prática pedagógica desenvolvida partiu de uma pesquisa exploratória, realizando-se revisão bibliográfica, com o levantamento de publicações científicas e de boas práticas no que diz respeito a estratégias de formação de leitor. Discute-se ao longo do trabalho a importância da promoção de estratégias criativas para uma educação inovadora, a fim de que os estudantes realizem atividades de leitura literária significativas, no espaço da sala de aula, de forma a se tornarem cidadãos críticos, criativos e participativos. Concluiu-se que a abordagem pedagógica permitiu boas práticas de fomento à leitura literária junto aos estudantes da educação básica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciene Pereira, Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF), Brasília – DF – Brasil

Professora da Educação Básica. Doutora em Estudos Literários: Teoria da Literatura e Literatura Comparada (UFMG).

Referências

BACICH, L.; MORAN, J. (org.). Metodologias ativas para uma educação inovadora: Uma abordagem teórico-prática. Porto Alegre: Penso, 2018.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF: Ministério da Educação, 2018.

SEEDF. Secretaria de Educação do Distrito Federal. Currículo em movimento da educação básica: Pressupostos teóricos. Brasília, DF: SEEDF, 2013.

CENPEC. Se bem me lembro...: Caderno do professor: Orientações para produção de textos. São Paulo: Cenpec, 2019.

FABER-CASTELL. Aprendizagem criativa e as competências da BNCC. 2019. Disponível em: https://www.educacao.faber-castell.com.br/wp-content/uploads/2019/09/Cartaz-Aprendizagem-Criativa.pdf. Acesso em: 17 dez. 2021.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 1. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1974.

FREIRE, P. Educação como prática da liberdade. 50. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2019.

FREIRE, P. A importância do ato de ler: Em três artigos que se completam. 52. ed. São Paulo: Cortez, 2021.

GASPARIN, J. L. Uma didática para a Pedagogia Histórico-Crítica. 5. Ed. São Paulo: Autores Associados, 2012.

HOOKS, B. Ensinando a transgredir: A educação como prática da liberdade. 2. ed. Tradução: Marcelo Brandão Cipolla. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2017.

LEVINE, K. A mala de Hana: Uma história real. São Paulo: Melhoramentos, 2007.

RESNICK, M. Jardim de infância para a vida toda: Por uma Aprendizagem Criativa, mão na massa e relevante para todos. 1. ed. Rio Grande do Sul: Penso, 2020.

ROSENBLATT, L. La literatura como exploración. Tradução: Victoria Schussheim. Cidade do México: FCE, 2002.

SAVIANI, D. Escola e Democracia. 44. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2021.

SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica: Primeiras aproximações. 11. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2019.

VIGOTSKY, L. S. A formação social da mente. 7. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

VIGOTSKY, L. S. Pensamento e linguagem. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

WORLD ECONOMICS FORUM. Global Challenge Insight Report. The future of jobs employment: Skill and workforce strategy for the fourth industrial revolution, 2016.

WORLD ECONOMICS FORUM. Global Challenge Insight Report. The future of jobs employment: Skill and workforce strategy for the fourth industrial revolution. 2020.

Publicado

30/12/2022

Como Citar

PEREIRA, L. Jardim de infância para a vida toda: Uma prática pedagógica baseada na aprendizagem criativa para a formação de leitores literários na educação básica. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 17, n. 4, p. 3097–3116, 2022. DOI: 10.21723/riaee.v17i4.16041. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/16041. Acesso em: 8 fev. 2023.

Edição

Seção

Relatos de Experiência