Internacionalização

Mapeamento de redes de coautoria internacional de bolsistas do Programa de Pós-Doutorado no exterior da CAPES na área de saúde

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v19i00.18123

Palavras-chave:

Internacionalização da ciência, Coautoria, Produção científica, Análise de redes sociais, Pós-doutorado no exterior

Resumo

A internacionalização da ciência ocorre por diversos meios, como por exemplo, a produção científica em coautoria com estrangeiros. Nesse sentido, o Programa de Pós-Doutorado no Exterior (PPDE) da CAPES prevê a ampliação de publicações conjuntas entre pesquisadores que atuam no Brasil e no exterior. O objetivo do estudo, portanto, é mapear a evolução das redes de coautoria internacionais formadas por ex-bolsistas do PPDE da Grande Área de Ciências da Saúde, antes e após a finalização da vigência da bolsa, por meio da metodologia de Análise de Redes Sociais. Como resultado, verifica-se o crescimento das redes pelo aumento do número de países coautores, do número de conexões entre nações ou da frequência de colaboração entre uma dupla de países. Além disso, percebe-se a variedade de países colaboradores e qual o grau de importância destes para os grupos analisados. A metodologia apresentada pode servir como subsídio para políticas públicas de internacionalização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Gasparotto Alves de Lima, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Mestre e Doutora em Educação em Ciências pela UFRGS.

Renato Barros de Carvalho, Tribunal Superior Eleitoral

Mestre e Doutor em Educação em Ciências pela UFRGS. 

Maria do Rocio Fontoura Teixeira, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Graduada em Biblioteconomia, Mestre em Administração e Doutora em Educação em Ciências pela UFRGS. (DOCENTE PERMANENTE, PPGECI).

Referências

ADAMS, J. The fourth age of research. Nature, [S. l.], v. 497, p. 557-560, maio 2013. DOI 10.1038/497557ª. Disponível em: https://www.nature.com/articles/497557a. Acesso: em 2 fev. 2023.

ANDRADE, R. O. Escrito a muitas mãos. Pesquisa FAPESP, São Paulo, n. 289, p. 42-45, 05 mar. 2020. Disponível em: https://revistapesquisa.fapesp.br/wp-content/uploads/2020/03/042-045_autoria_289.pdf. Acesso em: 26 mai. 2023.

BIRNHOLTZ, J. P. What does it mean to be an author? The intersection of credit, contribution, and collaboration in Science. Journal of the American Society for Information Science and Technology, [S. l.], v. 57, n. 13, p. 1713-1858, out. 2006. DOI 10.1002/asi.20380. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1002/asi.20380. Acesso em: 25 mar. 2023.

CERQUEIRA, C. H. Z.; COSTA, J. M. de S.; CARVALHO, D. M. de A. Aplicação de Análise de Redes Sociais em uma Cadeia de Suprimentos de uma Empresa do Setor Elétrico Brasileiro. Sistemas & Gestão, [S. l.], v. 9, n. 4, p. 418–429, 2014. DOI: 10.7177/sg.2014.V9.N4.A1. Disponível em: https://www.revistasg.uff.br/sg/article/view/V9N4A1. Acesso em: 21 abr. 2023.

CONNIE, H.; ADHIKARI, B.; GLANDON, D.; DAS, A.; KAUR, N.; GUPTA, S. Using social network analysis to plan, promote and monitor intersectoral collaboration for health in rural India. PLoS One, [S. l.], v. 14, n. 7, e0219786, jul. 2019. DOI 10.1371/journal.pone.0219786. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/31314793/. Acesso em: 25 mar. 2023.

CUNHA-MELO, J. R. Indicadores Efetivos da Internacionalização da Ciência. Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, [S. l.], v. 42, n. suppl. 1, 2015. DOI 10.1590/0100-69912015S01007. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rcbc/a/YDD9WHn5NbDdZXVVQwYd5rp/?lang=pt. Acesso em: 25 mar. 2023.

GUI, Q.; LIU, C.; DU, D. Globalization of science and international scientific collaboration: A network perspective. Geofrorum, [S. l.], v. 105, p. 1-12, out. 2019. DOI 10.1016/j.geoforum.2019.06.017. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0016718519302040. Acesso em: 2 fev. 2023.

HAGE, P.; HARARY, F. Eccentricity and Centrality in Networks. Social Networks, [S. l.], v. 17, n. 1, p. 57-63, 1995. DOI 10.1016/0378-8733(94)00248-9. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/0378873394002489?via%3Dihub. Acesso em 21 abr. 2023.

HANNEMAN, R. A.; RIDDLE, M. Concepts and measures for basic network analysis. In: SCOTT, J.; CARRINGTON, P. J. (ed.). The SAGE Handbook of Social Network Analysis. London: Sage, 2011. p. 340-369.

KATZ, J. S.; MARTIN, B. R. What is research collaboration? Research Policy, [S. l.], v. 26, n. 1, p. 1-18, mar. 1997. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0048733396009171. Acesso em: 25 mar. 2023.

NEWMAN, M. E. J. Networks: An Introduction. Oxford, UK: Oxford University Press, 2010.

ORGANIZAÇÃO PARA A COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO (OCDE). Manual de Frascati: Proposta de práticas exemplares para inquéritos sobre investigação e desenvolvimento experimental. Coimbra: OCDE, 2007. Disponível em: https://pt.fi-group.com/resource/manual-frascati-portugal-2007/. Acesso em: 05 set. 2022.

PAULI, J.; BASSO, K.; GOBI, R. L.; BILHAR, A. O Efeito da Densidade da Rede de Coautoria no Desempenho dos Programas de Pós-graduação. BBR. Brazilian Business Review, [S. l.], v. 16, n. 6, nov./dec. 2019. DOI 10.15728/bbr.2019.16.6.3 Disponível em: https://www.scielo.br/j/bbr/a/pkSDzN5BgLzBVfRFGPp773F/?lang=pt#. Acesso em: 25. Mar. 2023.

THE ROYAL SOCIETY. Knowledge, networks and nations: Global scientific collaboration in the 21st century. Londres, 2011. Disponível em: https://royalsociety.org/-/media/Royal_Society_Content/policy/publications/2011/4294976134.pdf. Acesso em: 02 fev. 2023.

WAGNER, C. S.; LEYDESDORFF, L. Network structure, self-organization, and the growth of international collaboration in science. Research Policy, [S. l.], v. 34, p. 1608-10618, out. 2005. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0048733305001745. Acesso em: 11 fev. 2023.

Publicado

02/01/2024

Como Citar

LIMA, L. G. A. de; CARVALHO, R. B. de; TEIXEIRA, M. do R. F. Internacionalização: Mapeamento de redes de coautoria internacional de bolsistas do Programa de Pós-Doutorado no exterior da CAPES na área de saúde. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 19, n. 00, p. e024005, 2024. DOI: 10.21723/riaee.v19i00.18123. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/18123. Acesso em: 23 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos teóricos