Cyberbullying, cyber agressão e riscos on-line

Como a escola pode atuar diante dos problemas da (cyber)convivência

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v18i00.18444

Palavras-chave:

Convivência, Cyberbullying, Cyber agressão, Programa, Educação

Resumo

Os problemas de convivência no meio on-line estão cada vez mais presentes na vida das nossas crianças e adolescentes, de modo que usar essa tecnologia de forma ética, consciente e positiva passou a ser uma demanda da área da educação. Muitas escolas enfrentam situações relacionadas ao uso indevido e desrespeitoso de celulares e redes sociais, envolvendo principalmente alunos, mas também educadores e familiares. Diante desse desafio, propomos o programa educativo “A Convivência Ética On-line”, para ser desenvolvido com estudantes, que pode inspirar e nortear ações educativas e preventivas das escolas que desejam trabalhar com essa temática. Neste artigo, apresentamos os problemas de convivência que atingem nossos estudantes, tais como cyberbullying, cyber agressão, riscos virtuais; e as principais características do programa para educadores que buscam estudar e desenvolver ações em busca da (ciber)convivência ética.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thais Cristina Leite Bozza, Instituto Vera Cruz

Professora do curso de Pós-graduação “As Relações Interpessoais na Escola”. Doutorado em Educação (UNICAMP).

Telma Pileggi Vinha, Universidade Estadual de Campinas

Professora titular da Faculdade de Educação do Departamento de Psicologia Educacional. Doutorado em Educação (UNICAMP).

Referências

ANDRADE, M.; CASTRO, G. A criança conectada: os youtubers mirins e a promoção de modos de ser criança nas lógicas do consumo. Intexto, Porto Alegre, n. 52. 2021.

BECKER, F. Epistemologia do professor: o cotidiano da escola. Petrópolis, RJ: Vozes, 1993-2002.

BERENGUER, M. S.; FERNÁNDEZ, M. L. Internet girls: autorrepresentación femenina y redes sociales. Máster em Producción Artística, Universitat Politècnica de València, Facultat de Belles Arts, 2019.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. Brasília, DF MEC/CONSED/UNDIME, 2018.

BRASIL. Lei n 12.015, de 7 de agosto de 2009. Altera o título VI da parte especial do Decreto-Lei n° 2.848, de 7 de dezembro de 1940 - Código penal, e o art. 1° da lei n° 8.072, de 25 de julho de 1990, que dispõe sobre os crimes hediondos, nos termos do inciso XLIII do art. 5° da constituição federal e revoga a lei n° 2.252, de 1° de julho de 1954, que trata de corrupção de menores. Brasília, DF: MJ, AGU, 2009. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2009/lei/l12015.htm#:~:text=Estupro%20de%20vulner%C3%A1vel-,Art.,a%2015%20(quinze)%20anos. Acesso em: 15 dez. 2019.

BRASIL. Lei n 8.069, de 13 de julho de 1990. Brasília, DF: Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), 1990. Disponível em: https://www.gov.br/mdh/pt-br/navegue-por-temas/crianca-e-adolescente/publicacoes/o-estatuto-da-crianca-e-do-adolescente. Acesso em: 10 dez. 2019.

BOYD, D. M. Social Network Sites as Networked Publics: Affordances, Dynamics, and Implications. In: Networked Self: Identity, Community, and Culture on Social Network Sites, 2010, p. 39-58.

BOZZA, T. C. L. O uso da tecnologia nos tempos atuais: análise de programas de intervenção escolar na prevenção e redução da agressão virtual. Orientador: Telma Pileggi Vinha. 2016. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, São Paulo, 2016.

BOZZA, T. C. L. Adolescentes e interações on-line: uma proposta de intervenção educativa visando à convivência ética virtual. Orientador: Telma Pileggi Vinha. 2021. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, 2021. Disponível em: https://bdtd.ibict.br/vufind/Record/UNICAMP-30_7f19fbfd9c23a10e644d1d71b6926b64. Acesso em: 10 jan. 2023.

CAPPELLARI, M. S. V. A pedofilia na pós-modernidade: um problema que ultrapassa a cibercultura. Em Questão, v. 11, n. 1, p. 67-82, 2005.

CENTRO REGIONAL DE ESTUDOS PARA O DESENVOLVIMENTO DA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO (CETIC). TIC Domicílios 2020. Edição COVID-19. Metodologia Adaptada. 2021.

DEMPSEY, A. G. et al. Has cyber technology produced a new group of peer aggressors? Cyberpsychology, behavior, and social networking, v. 14, n. 5, 2011.

DEVRIES, R.; ZAN, B. A ética na educação infantil. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

DIGITAL IN (Brasil). State of digital. 2021. Disponível em: https://datareportal.com/reports/digital-2021-brazil. Acesso em: 10 out. 2021.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

FUNDO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A INFÂNCIA (UNICEF). Adolescentes e o risco de vazamento de imagens íntimas na internet. Projeto Caretas. 2019. Disponível em: https://www.unicef.org/brazil/sites/unicef.org.brazil/files/2019-02/br_caretas_pesquisa.pdf. Acesso em: 10 dez. 2019.

LA TAILLE, Y. Limites: três dimensões educacionais. São Paulo: Ática, 1998.

MIRANDA, A. B. A influência exercida por youtubers no comportamento de consumo infantil. 2019. Trabalho de Conclusão do Curso (Bacharelado em Administração) –Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2019.

MONTEIRO, M. C. S. Entretenimento e incentivo ao consumismo no canal do YouTuber Luccas Neto. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 41., 2018, Joinville, SC. Anais [...]. Joinville, SC: Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, 2018. Acesso em: 17 nov. 2018.

NUNES, C. A. A. Ciclos de avanço no conhecimento - guia prático. Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Moral (GEPEM). Faculdade de Educação da Unicamp, 2017.

PIAGET, J. O juízo moral na criança. São Paulo: Summus, 1932/1994.

PIAGET, J. et al. A tomada de consciência. São Paulo: Melhoramentos, 1977.

PLAN. Por ser menina. Relatório Final. São Paulo, 2021.

PUIG, J. M. Práticas morais. São Paulo: Moderna, 2004.

RAJANALA, S.; MAYMONE, M. B. C.; VASHI, N. A. Selfies – living in the era of filtered photographs. JAMA Facial Plastic Surgery, v. 20, n. 6, 2018. Disponível em: https://www.liebertpub.com/abs/doi/10.1001/jamafacial.2018.0486. Acesso em: 12 jan. 2020.

SELMAN, R., L.; WEINSTEIN, E., C. Is cyberbullying all that goes ‘over the line’ when kids are online? The Conversation, 2015.

SILVA, R. L. et al. Discursos de ódio em redes sociais: jurisprudência brasileira. Direito e Desigualdades no século XXI, Rev. direito GV, v. 7 n. 2, 2011. https://doi.org/10.1590/S1808-24322011000200004

VALENTE, J. C. L. Regulando desinformação e fake news: um panorama internacional das respostas ao problema. Comunicação Pública, v. 14, n. 27, 2019.

VAN, J. et al. The association between adolescent sexting, psychosocial difficulties, and risk behavior. J. Sch. Nurs., v. 31, p. 54-69, 2015.

VINHA, T. P. et al. Da escola para a vida em sociedade: o valor da convivência democrática. Americana, SP: Adonis, 2017.

VRIES, A. D. The use of social media for shaming strangers: young people’s views. In: HAWAII INTERNATIONAL CONFERENCE ON SYSTEM SCIENCES, 48., 2015, Kauai, HI. Proceedings […] Kauai, Hi, 2015. Disponível em: https://ieeexplore.ieee.org/document/7070057/authors#authors. Acesso em: 15 jan. 2020.

WINEBURG, S. et al. Evaluating Information: The Cornerstone of Civic Online Reasoning. Stanford Digital Repository, 2011. Disponível em: http://purl.stanford.edu/fv751yt5934. Acesso em: 15 jan. 2020.

WEN, C. L. Educação para saúde mental no cotidiano do mundo digital. Revista Construção Psicopedagógica, v. 27, n. 28, p. 5-18, 2018.

WALDERSEE, V. Could you live without your smartphone? YouGov, 8 mar. 2019. Disponível em: https://yougov.co.uk/topics/technology/articles-reports/2019/03/08/could-you-live-without-your-smartphone. Acesso em: 20 ago. 2019.

Publicado

05/09/2023

Como Citar

BOZZA, T. C. L.; VINHA, T. P. Cyberbullying, cyber agressão e riscos on-line: Como a escola pode atuar diante dos problemas da (cyber)convivência. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 18, n. 00, p. e023059, 2023. DOI: 10.21723/riaee.v18i00.18444. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/18444. Acesso em: 4 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos teóricos

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.