Educação e trabalho: a educação garante vida emancipada dentro do trabalho?

Fernanda Maria Fornaziéri Musto, Luci Regina Muzzeti

Resumo


Este trabalho visa buscar respostas e levantar reflexões sobre o questionamento se a convergência entre trabalho e educação é possível a partir de um propósito de vida emancipada e crítica, em que o trabalho possa ser realizado ao mesmo tempo em que as condições para que a reflexão crítica possa acontecer e que os cidadãos passem a compreender e interferir nos processos de produção. Apresentamos algumas referências de pensadores e estudiosos em como a educação e o trabalho se relacionam e buscamos dentre as alternativas educacionais que mencionam a preparação para o trabalho características que permitam concluir se ambos os propósitos podem coexistir no ambiente educacional. Identificamos uma programação que visa preparação para o trabalho e analisamos o programa e a metodologia para verificar sobre a efetividade de se preparar o aluno para algo mais do que seu propósito de servir ao trabalho de forma adequada. Além da análise de programa foram assistidas três aulas de três horas cada. Os resultados encontrados indicam uma convergência de propósitos mesmo que antagônicos, mas levantam um questionamento em relação à formação docente necessária para tal atividade ter sucesso.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v4i2.2777



Direitos autorais 2010 Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação

 

Rev. Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1982-5587

DOI Prefix: 10.21723/riaee

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.