A problematização da docência universitária no contexto do capitalismo universitário

Autores

  • Elaina Curvelo Rodrigues
  • Sonia Maria Duarte Grego
  • Maria José Romanatto

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v5i3.3705

Resumo

O meio acadêmico universitário encontra-se em metamorfose, na possibilidade de sua recriação perante a revolução do conhecimento em pleno século XXI. Sua estrutura, fundamentada por um modelo de ciência, apresenta-se fragilizada por não romper a estagnação em um mundo que inaugura fronteiras de incertezas para todos os partícipes da humanidade. Decorrente dessa percepção, o presente texto procurará entender como a globalização fragiliza a força de trabalho do docente universitário. Além disso, como o domínio dos grupos hegemônicos derivados da inserção do capitalismo e da globalização enfeudaram-se no meio acadêmico – antes tido como espaço de autonomia, vem transformando o trabalho docente por meio de mecanismos de alienação e doutrinação que disseminam a heteronomia como alternativa para a manutenção de dogmas e, portanto, de certezas.

Downloads

Como Citar

RODRIGUES, E. C.; GREGO, S. M. D.; ROMANATTO, M. J. A problematização da docência universitária no contexto do capitalismo universitário. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 5, n. 3, p. 290–306, 2011. DOI: 10.21723/riaee.v5i3.3705. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/3705. Acesso em: 25 fev. 2021.

Edição

Seção

Artigos