Escrita e Síndrome de Down - eixo temático: formação do educador, trabalho docente e práticas pedagógicas

Anna Augusta Sampaio de Oliveira

Resumo


O projeto, desenvolvido no Centro de Estudos de Educação e Saúde, Unidade Auxiliar da Faculdade de Filosofia e Ciências, UNESP, campus de Marília – SP, teve como objetivo realizar um estudo sobre a apropriação da escrita por crianças com Síndrome de Down. Foram participantes do projeto 5 crianças, na faixa etária de 10 a 13 anos de idade, em diferentes situações de escolarização. Como procedimento de pesquisa, foram realizadas intervenções pedagógicas semanais, com base na Teoria Histórico-Cultural. Inicialmente, o grupo apresentava dimensões diferenciadas de aproximação com o universo escrito. Foram observados avanços nas representações gráficas e nas tentativas individuais de escrita. Dois alunos passaram a construir pequenos textos, um se encontra no início da escrita alfabética e dois continuaram a apresentar dificuldades, aproximando-se da escrita de forma muito tímida, presos à formalidade escolar e necessitando de uma mediação direta para a constituição das palavras.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v5i3.3706



Direitos autorais 2011 Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação

 

Rev. Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1982-5587

DOI Prefix: 10.21723/riaee

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.