Panorama brasileiro e espanhol sobre teses de doutorado na área das altas habilidades/superdotação

Ketilin Mayra Pedro, Miguel Claudio Moriel Chacon

Resumo


No Brasil a área das Altas Habilidades/Superdotação (AH/SD) foi contemplada inicialmente na LDB 5692/71 (BRASIL, 1971), enquanto na Espanha o marco inicial se dá a partir do Real Decreto 696/1995 (ESPANHA, 1995), garantindo a esse alunado ao direito a identificação e atendimento. Visando contribuir com as pesquisas desta área, elaboramos o atual panorama brasileiro e espanhol em relação as teses de doutorado sobre AH/SD. Para a realização desta investigação consultamos a Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações e a Base de datos de Tesis Doctorales. Foram localizadas um total de 70 teses, sendo 20 brasileiras e 50 espanholas. Com base na análise do título, do resumo e das palavras-chaves, elencamos categorias temáticas, sendo que foram predominantes: Identidade, Identificação e Avaliação. A primeira tese brasileira defendida data de 1989, enquanto que na Espanha a primeira tese é de 1990. Em relação ao local de publicação, no Brasil percebemos que há uma predominância em relação as universidades federais, enquanto na Espanha, a Universidade Complutense de Madrid destaca-se em número de publicações. Percebemos que embora o número de publicações tenha aumentado progressivamente, esse ainda figura-se como incipiente frente ao número de publicações de outras áreas e a demanda de trabalho que esses estudantes requerem.


Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2015 Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação

 

Rev. Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1982-5587, ISSN: 2446-8606.

DOI Prefix: 10.21723/riaee

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.