Presença do associativismo das universidades estaduais paulistas na história do sindicalismo educacional latinoamericano

Autores

  • Silvana Fernandes Lopes Doutora em Educação. UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas. Professora do Departamento de Educação da UNESP – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Campus São José do Rio Preto. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação. UNESP – Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho. Marília – SP - Brasil. 17525-900
  • Carlos Bauer Doutor em História. USP – Universidade de São Paulo. Pós-doutoramento, em Educação. UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas. Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação – PPGE. UNINOVE - Universidade Nove de Julho. São Paulo – SP – Brasil. 05010000 - Doutor em História. USP – Universidade de São Paulo. Pós-doutoramento, em Educação. UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas. Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação – PPGE. UNINOVE - Universidade Nove de Julho. São Paulo – SP – Brasil. 05010000

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v10i4.8241

Resumo

Este artigo insere-se em uma investigação mais ampla, cujo objetivo é discutir a história e os embates políticos do sindicalismo docente universitário na América Latina. Nesse sentido, este trabalho privilegia alguns aspectos da organização sindical docente no Brasil e toma como foco as entidades vinculadas às universidades estaduais paulistas, procurando compreender o papel desses sindicatos e associações em uma perspectiva histórico-social. Propõe-se, também, analisar os embates políticos e a atuação junto aos educadores, tendo como recorte os anos 1990-2010, período marcado pelas políticas governamentais voltadas para as reformas do Estado, em geral, e para as universitárias, em particular. Coloca-se, portanto, no campo de uma história social crítica da educação, procurando contribuir com a produção de um conhecimento que traga à tona as ações, as lutas e os questionamentos dos sindicalistas universitários aos modelos educacionais vigentes, estimulando, assim, as reflexões que tornem possível a convergência de seus propósitos políticos e sociais.

Biografia do Autor

Silvana Fernandes Lopes, Doutora em Educação. UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas. Professora do Departamento de Educação da UNESP – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Campus São José do Rio Preto. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação. UNESP – Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho. Marília – SP - Brasil. 17525-900

Doutora em Educação. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da UNESP/Marília. Professora do Departamento de Educação da UNESP/São José do Rio Preto

Downloads

Publicado

18/12/2015

Como Citar

LOPES, S. F.; BAUER, C. Presença do associativismo das universidades estaduais paulistas na história do sindicalismo educacional latinoamericano. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 10, n. 4, p. 1096–1109, 2015. DOI: 10.21723/riaee.v10i4.8241. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/8241. Acesso em: 5 mar. 2021.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.