Anísio Teixeira e os desafios da primeira gestão na inspetoria de ensino da Bahia (1924-1929)

Autores

  • Sandra Regina Cassol Carbello Professora do Departamento de Fundamentos da Educação. UEM - Universidade Estadual de Maringá. Doutoranda em Educação no Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar. UNESP – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Campus Araraquara. Araraquara – SP – Brasil.
  • Ricardo Ribeiro Professor Orientador do Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar. UNESP - Universidade Estadual Paulista. Júlio de Mesquita Filho, Campus Araraquara. Araraquara – SP – Brasil. 14800-901

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v10i4.8259

Resumo

O presente trabalho integra projeto de pesquisa, ainda em desenvolvimento no curso de doutorado em educação, que resgata as contribuições de Anísio Teixeira para a organização da escola pública brasileira. Para este texto, selecionamos as ações realizadas durante sua primeira experiência na área educacional, quando assumiu a Inspetoria de Ensino da Bahia em 1924. Trata-se de um estudo bibliográfico ancorado nos registros do próprio autor e de demais intelectuais que se dedicaram ao seu legado. Os resultados apontam para as ações de reorganização da escola primária com a elaboração de um programa de ensino e redefinição de seus objetivos e métodos, concomitantemente, ressalta a necessidade de profissionalização e capacitação docente para efetivar a reforma empreendida.

Downloads

Publicado

18/12/2015

Como Citar

CARBELLO, S. R. C.; RIBEIRO, R. Anísio Teixeira e os desafios da primeira gestão na inspetoria de ensino da Bahia (1924-1929). Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 10, n. 4, p. 1084–1095, 2015. DOI: 10.21723/riaee.v10i4.8259. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/8259. Acesso em: 25 fev. 2021.

Edição

Seção

Artigos