Educação em sexualidade de mães adolescentes institucionalizadas num centro de apoio à vida

Sónia Pereira, Teresa Vilaça

Resumo


A investigação sobre a maternidade na adolescência tem vindo a mostrar os efeitos negativos que ela provoca na sexualidade da mãe adolescente e nos diversos níveis da sua trajetória desenvolvimental, particularmente nos domínios educacional, socioeconómico, ocupacional, social e psicológico. Neste sentido, esta investigação tem como objetivo caraterizar os efeitos de um projeto educativo que visa desenvolver a competência de mães adolescentes, institucionalizadas num Centro de Apoio à Vida em Portugal, para promoverem a sua saúde sexual. Foram envolvidas no projeto cinco mães adolescentes e, neste artigo, serão apresentados os casos de três dessas mães. Os dados recolhidos através de uma entrevista individual anónima no início e no fim do projeto, por observação participante e por análise dos documentos produzidos pelas adolescentes durante o projeto educativo, foram triangulados. Ao longo do projeto verificou-se que estas mães adolescentes melhoraram os seus conhecimentos sobre o evitamento da reincidência da gravidez e das doenças sexualmente transmissíveis, e mostraram algumas evidencias de que aumentaram a sua autoestima e assertividade em relação ao seu parceiro sexual. Estes resultados mostram que os projetos educativos orientados para a ação na promoção de sexualidades saudáveis em mães adolescentes institucionalizadas poderão ser uma mais valia para promover a sua saúde sexual e alcançar a igualdade de género.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v10i6.8338



Direitos autorais 2016 Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação

 

Rev. Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1982-5587

DOI Prefix: 10.21723/riaee

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.