Desenvolvimento de habilidades de fala no ambiente educacional ESL E-learning

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v25iesp.1.14998

Palavras-chave:

Ambiente educacional e-learning, Processo educacional, Prática de línguas estrangeiras, Habilidades de fala, Método comunicativo

Resumo

O artigo enfoca as peculiaridades do ensino de falar no ambiente educacional E-learning, que hoje é uma necessidade para organizar o processo educacional de alta qualidade. O material a ser analisado é baseado na parte on-line do curso "Prática de línguas estrangeiras (inglês)", elaborado para os estudantes do Programa de Bacharelado "Educação Pedagógica (dupla especialização) e Segunda Língua Estrangeira" (5 anos, período integral) da Universidade Federal de Kazan. O status dos professores de línguas estrangeiras sempre foi elevado, pois eles desempenham um papel importante na promoção da comunicação transcultural, na promoção da tolerância e na aproximação entre nações e países. Cabe aos professores fazer com que os alunos compreendam a essência da comunicação bem-sucedida que reside no respeito à diversidade de culturas, povos, nações e línguas. Neste aspecto, ser culturalmente competente é de grande importância (MINGAZOVA; MELLO; GAFIYATOVA, 2017). O curso "Prática de línguas estrangeiras (inglês)" está localizado na plataforma edu.kpfu.ru. É dada atenção especial à implementação de uma abordagem comunicativa ao ensinar a falar, considerando a trajetória educacional individual do aluno ou do grupo de estudo. Além disso, a pesquisa dá o essencial da análise teórica e os resultados dos testes experimentais das abordagens de ensino oral, a eficácia dos métodos usados na formação das habilidades de fala dos estudantes. Assim, poderíamos afirmar que ao ensinar a fala no ambiente educacional de E-learning, é necessário conduzir etapas preparatórias na forma de estudo e treinamento de novo vocabulário on-line, o que leva à possibilidade de dar mais tempo às formas de trabalho em grupo durante as aulas presenciais. O trabalho de base e a análise do material factual selecionado indicam que, o ensino da fala pode ser efetivamente realizado on-line, se determinados requisitos forem atendidos, tais como o uso de uma abordagem comunicativa, a organização adequada do trabalho individual e em grupo, alta autodisciplina e motivação do aluno e do professor. O uso do ambiente educacional E-learning pode melhorar a qualidade do treinamento da fala na instituição de ensino superior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Safin Ildar Khamzovich, Kazan Federal University (KPFU), Kazan

Assistant at the Department of Theory and Practice of Teaching Foreign Languages, Institute of Philology and Intercultural Communication.

Khasanova Oxana Vladimorovna, Kazan Federal University (KPFU), Kazan

Associate Professor of the Department of Theory and Practice of Teaching Foreign Languages, Institute of Philology and Intercultural Communication. Candidate of Pedagogy.

Karimova Anna Anatolyevna, Kazan Federal University (KPFU), Kazan

Associate Professor of the Department of Theory and Practice of Teaching Foreign Languages, Institute of Philology and Intercultural Communication. Candidate of Pedagogy.

Semushina Elena Yurievna, Kazan Federal University (KPFU), Kazan

Associate Professor of the Department of Foreign Languages in Professional Communication. PhD in Philology.

Shustova Svetlana Viktorovna, Perm State National Research University (PSU), Perm

Professor of the Department of Linguistics and Translation, Faculty of Modern Foreign Languages and Literatures and Professor of the Department of Theoretical and Applied Linguistics, Philological Faculty. Doctor of Philology.

Referências

BLAKE, R. Best practices in online learning: is it for everyone? Rubio and Thoms, p. 10-26, 2013.

BUDANITSKY, A.; HIRST, G. Evaluating wordnet-based measures of lexical semantic relatedness. Computational linguistics, v. 32, n. 1, p. 13-47, 2006.

DZUBINSKI, L. Teaching presence: co-creating a multi-national online learning community in an asynchronous classroom. Online Learning Journal, v. 18, n. 2, 2014).

GURYANOV, I. O. et al. It tools in discourse analysis: state of affairs and problems. AD ALTA-Journal of Interdisciplinary Research, v. 7, n. 2, p. 236-238, 2017.

LIN, C. H.; ZHANG, Y.; ZHENG, B. The roles of learning strategies and motivation in online language learning: A structural equation modeling analysis. Computers & Education, v. 113, p. 75-85, 2017.

MINGAZOVA, N.; MELLO, H.; GAFIYATOVA, E. Academic and cultural exchange in online teaching In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON EDUCATION AND NEW LEARNING TECHNOLOGIES, 9., 2017, Barcelona. Proceedings […]. Barcelona, Spain: EDULEARN17, 2017. p. 7864-7867.

SADYKOVA, G.; MESKILL, C. Interculturality in online learning: instructor and student accommodations. Online Learning, v. 23, n. 1, p. 5-21, 2019.

SALMON, G. E-moderating: the key to teaching and learning online. 2. ed. London: Taylor & Francis, 2004. 284 p.

SEMUSHINA, E.; GALEEVA, M.; GALIULLINA, G. Peculiarities of teaching speaking in distant form as a part of formation of translator’s conference of technical specialists. In: SGEM Conference on Psychology and Psychiatry, Sociology and Healthcare, Education. 2014. p. 641-648.

ZAKIROVA, L. R.; YASHINA, M. Y.; SHINGAREVA, A. S. Peculiarities of teaching listening using authentic ecological materials in the senior secondary school. Humanities & Social Sciences Reviews, v. 7, n. 6, p. 505-508, 2019.

Publicado

01/03/2021

Como Citar

KHAMZOVICH, S. I.; VLADIMOROVNA, K. O.; ANATOLYEVNA, K. A.; YURIEVNA, S. E.; VIKTOROVNA, S. S. Desenvolvimento de habilidades de fala no ambiente educacional ESL E-learning. Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v. 25, n. esp.1, p. 577–588, 2021. DOI: 10.22633/rpge.v25iesp.1.14998. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/14998. Acesso em: 6 maio. 2021.