Argumentação de estudantes da educação básica sobre dilemas sócio-científicos no Projeto ENGAGE

Autores

  • Sônia Maria Pinto Universidade do Estado da Bahia http://orcid.org/0000-0001-7816-0280
  • Silvar Ferreira Ribeiro Universidade do Estado da Bahia
  • Ana Karine Loula Torres Rocha Universidade do Estado da Bahia
  • Alexandra Lilavati Pereira Okada The Open University (OU), Milton Keynes - Inglaterra - Reino Unido

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v13.n1.2018.10242

Palavras-chave:

Argumentação. Pesquisa e inovação responsáveis. ENGAGE.

Resumo

Este estudo foi realizado no âmbito do projeto Europeu ENGAGE, que propõe o desenvolvimento de habilidades científicas, no contexto da Pesquisa e Inovação Responsáveis (Responsible Research and Innovation - RRI). Questionou-se, como os estudantes usam a argumentação com base em evidência para justificar opiniões sobre dilemas sócio-científicos? Visou a proposição de metodologias alternativas aos professores para melhorar o desempenho dos estudantes no estudo da ciência. A pesquisa foi uma parceria entre a Open University (OU-UK) da Inglaterra e a Universidade do Estado da Bahia (UNEB), realizada em uma escola pública no Município de Irecê-Ba-Brasil, com estudantes da educação básica. Foram identificados todos os elementos da argumentação no decorrer das atividades realizadas pelos estudantes dos três grupos analisados; no entanto, observou-se que apresentaram dificuldades para elaborar uma justificativa com base em evidência, respondendo ao dilema proposto, e descrevendo o pensamento científico de forma sistematizada. O estudo apontou ainda a necessidade de continuidade da pesquisa com uso de elementos tecnológicos, que apoiassem o estudante com a estruturação das suas ideias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sônia Maria Pinto, Universidade do Estado da Bahia

Pós-Doutorado na Open University - UK 2017, Doutora em Difusão do Conhecimento - UFBA (2010) . Mestre em Educação e Contemporaneidade pela UNEB (2003). Especialista em Educação e Novas Tecnologias da Comunicação e Informação - UNEB (1999). Pedagoga, graduada pela Universidade Católica do Salvador (1997). Professora Assistente da Universidade do Estado da Bahia ? Departamento de Ciências Humanas e Tecnologias. Atuou como Coordenadora de Formação do Programa de Inclusão Sociodigital - PISD, da Secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação do Governo do Estado da Bahia, SECTI-BA ( 2004 a 2011). Coordenou projetos de extensão universitária, voltados para a formação de monitores do Programa Telecentros.BR - Ministério das Comunicações ( 2009 a 2014). Atuou como professora pesquisadora, responsável pela coordenação pedagógica da GEAD - Gestão de Educação a Distância da UNEB (2008 a 2012). Pesquisas nas áreas de Educação a Distância, Inclusão Digital, Literacia Digital e Educacao Científica.

Silvar Ferreira Ribeiro, Universidade do Estado da Bahia

Professor Doutor do Departamento de Ciências Humanas e Tecnologias (Campus XIX). Doutor em Difusão do Conhecimento pela Universidade Federal da Bahia (Ufba). Pós-Doutorado na Open University - Reino Unido

Ana Karine Loula Torres Rocha, Universidade do Estado da Bahia

Doutoranda em Educação e Contemporaneidade pelo Programa de Pós-graduação, do Departamento de Educação

Alexandra Lilavati Pereira Okada, The Open University (OU), Milton Keynes - Inglaterra - Reino Unido

Pesquisadora Visitante do The Institute of Educational Technology. Doutora em Educação e Currículo pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (Puc-sp)

Referências

BARDONE, E.; LIND, M. Towards a phronetic space for responsible research (and innovation). Life Sciences, Society and Policy, v. 12, n. 1, p. 5, 2016.

BODZIN, A. M.; BEERER, K. M. Promoting Inquiry-Based Science Instruction: The Validation of the Science Teacher Inquiry Rubric (STIR). Elementary Science Education, v. 15, p. 39–49, 2003.

CLARK, D. B.; SAMPSON, V. Assessment of the ways students generate arguments in science education: current perspectives and recommendations for future. 2008.

COMMISSION, E. Options for strengthenning responsible responsible and innovation. [s.l: s.n.]. Disponível em: http://ec.europa.eu/research/science-society/document_library/pdf_06/options-for-strengthening_en.pdf. Acesso em: 11 fev. 2018.

CONKLIN, J. Dialogue mapping - bilding shared understanding of wicked problems. John Wiley ed. England: [s.n.].

DAWSON, V. M.; VENVILLE, G. Teaching strategies for developing students’ argumentation skills about socioscientific issues in high school genetics. Research in Science Education, v. 40, n. 2, p. 133–148, 2010.

DRIVER, R.; NEWTON, P.; OSBORNE, J. Establishing the Norms of Scientific Argumentation in Classrooms. Science Education, v. 84, n. 3, p. 287–312, 2000.

FISCHER, C.; LEYDESDORFF, L.; SCHOPHAUS, M. Science shops in europe: the public as stakeholder. [s.d.].

HODSON, D. Time for action: science education for an alternative future. International Journal of Science Education, v. 25, n. 6, p. 645–670, 2003.

HOFFMANN, J. Avaliação mediadora:uma prática da pré-escola à universidade. Porto Alegre: Mediação, 2014.

HOGAN, K.; MAGLIENTI, M. Comparing the epistemological underpinnings of students’ and scientists’ reasoning about conclusions. Journal of Research in Science Teaching, v. 38, n. 6, p. 663–687, 2001.

JIMÉNEZ M. P. ALEIXANDRE.; BUSTAMANTE D. JOAQUIM. Discurso de aula y argumentación en la clase de ciencias: cuestiones teóricas y metodológicas. Enseñanza de las Ciencias, v. 21, n. 3, p. 359–370, 2003.

KNUDSON, R. Effects of instructional strategies, grade, and sex on students’ persuasive writing. The Jornal of Experimental Education, v. 59, p. 141–152, 1991.

KNUDSON, R. The development of written argumentation: an analysis and comparison of argumentative writing at four grade levels. Child Study Journal, v. 22, p. 167–184, 1992.

KUHN, D. The skills of argument. [s.l.] Cambridge University Press, 1991.

NORMAN K. DENZEIN.; YVONNA S. LINCOLN. Collecting and interpreting qualitative materials. SAGE ed. London: SAGE, 1998.

O’BRIEN PAT. Using science to develop thinking skills at key stage 3. New York: Davis Fulton, 2003.

OECD. PISA 2015 Results in Focus PISA. [s.l: s.n.]. Disponível em: https://www.oecd.org/pisa/pisa-2015.

OECD. Programme for international student assessment (PISA) - Results From Pisa 2015 - Brazil. [s.l: s.n.]. Disponível em: http://www.oecd.org/pisa/PISA-2015-Brazil-PRT.pdf. Acesso em: 11 fev. 2018.

OKADA, A. Scaffolding school pupils’ scientific argumentation with evidence-based dialogue maps. Knowledge Cartography, p. 131–162, 2008.

OKADA, A. Responsible research and innovation in science education report. Milton Keynes: [s.n.]. Disponível em: https://www.engagingscience.eu/en/documents/. Acesso em: 11 fev. 2018.

OSBORNE, J. et al. Enhancing the quality of argument in school science. School Science, v. 82(301), p. 63–70, 2001.

OSBORNE, J.; ERDURAN, S.; SIMON, S. Enhancing the quality of argumentation in science. Journal of Research in Science Teaching, v. 41, n. 10, p. 994–1020, 2004.

SÁ, L. P.; KASSEBOEHMER, A. C.; QUEIROZ, S. L. Esquema de argumento de Toulmin como instrumento de ensino: explorando possibilidades. Ensaio Pesquisa em Educação em Ciências (Belo Horizonte), v. 16, n. 3, p. 147–170, 2007.

SÁ P. LUCIANA.; QUEIROZ, S. L. Promovendo a argumentação no ensino superior de química. Quim. Nova, v. 30, p. 2035–2042, 2007.

SADLER, T. D.; DONNELLY, L. A. Socioscientific argumentation: the effects of content knowledge and morality. International Journal of Science Education, v. 8, p. 1463–1488, 2007.

SILVA, W. M.; ROCHE, K. F. Occurrence of the Afro-Asian species Mesocyclops ogunnus Onabamiro , 1957. (Crustacea: Copepoda ) in the Amazon River basin. v. 1957, p. 209–211, 2017.

TAM, T. et al. Acta Tropica social sustainability of mesocyclops biological control for dengue in South Vietnam. Acta Tropica, v. 141, p. 54–59, 2015.

TOULMIN, S. The uses of argumentEthics, 1958. Disponível em: http://www.amazon.ca/exec/obidos/redirect?tag=citeulike09-20&path=ASIN/0521534836. Acesso em: 11 fev. 2018.

TOULMIN, S. Os usos dos argumentos. Martins Fo ed. São Paulo: [s.n.].

VON SCHOMBERG, R. A Vision of Responsible Research and Innovation. In: Responsible innovation: managing the responsible emergence of science and innovation in society. [s.l: s.n.]. p. 51–74.

Downloads

Publicado

03/01/2018

Como Citar

PINTO, S. M.; RIBEIRO, S. F.; ROCHA, A. K. L. T.; OKADA, A. L. P. Argumentação de estudantes da educação básica sobre dilemas sócio-científicos no Projeto ENGAGE. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 13, n. 1, p. 207–228, 2018. DOI: 10.21723/riaee.v13.n1.2018.10242. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/10242. Acesso em: 9 mar. 2021.

Edição

Seção

Artigos