Tensões e contradições do trabalho polidocente na formação de professores na modalidade a distância: uma análise do Programa Nacional Escola de Gestores na Universidade Federal de Ouro Preto

Breynner Ricardo de Oliveira, Lídia Gonçalves Martins, Adriana Otoni Duarte

Resumo


O artigo analisa as tensões e contradições que permeiam o trabalho da equipe de formação do Programa Escola de Gestores, na Universidade Federal de Ouro Preto (PNEG/UFOP), no âmbito das ações de formação de professores que faziam parte da Política Nacional de Formação Continuada, até 2016. A partir da interação e dos processos pedagógicos e administrativos que conformam e vinculam esses sujeitos, foram realizadas 26 entrevistas formais com a equipe de formação que atuou no PNEG entre os anos de 2013 e 2016. As entrevistas evidenciam que as condições de trabalho e as questões orçamentárias revelam a fragilidade e a precariedade com que esse tipo de política tem sido implementada no Brasil.


Palavras-chave


Formação de professores; Educação a Distância; Trabalho docente.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


BRASIL. Lei nº 11.273, de 6 de fevereiro de 2006. Autoriza a concessão de bolsas de estudo e de pesquisa a participantes de programas de formação inicial e continuada de professores para a educação básica. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2006/Lei/L11273.htm. Acesso em: 2 mar. 2016.

BRASIL. Programa Nacional Escola de Gestores. Projeto do curso de especialização em Gestão Escolar (lato sensu). Brasília: MEC/SEB, 2009b.

BRASIL. Resolução/CD/FNDE nº 24, de 16 de agosto de 2010. Estabelece orientações e diretrizes para o pagamento de bolsas de estudo e de pesquisa a participantes dos programas de formação inicial e continuada de professores e demais profissionais de educação, implementados pela Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação (SEB/MEC) e pagas pelo FNDE. Diário Oficial da União – DOU, de 17-8-2010, Seção 1, págs. 11 a 14.

BELLONI, M. L. Ensaio sobre a educação a distância no Brasil. Educação & sociedade, v. 23, n. 78, p. 117-142, 2002.

BELLONI, M. L. Educação a distância. 6ª ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2012.

BLIKSTEIN, P.; ZUFFO, M. K. As sereias do ensino eletrônico. In: SILVA, M. (Org.). Educação online: teorias, práticas, legislação e formação corporativa. 2. ed. São Paulo: Loyola, 2006. p. 25-40.

CARNEIRO, R. Informática na educação: representações sociais do cotidiano. Cortez Editora, 2002.

CORTINHAS, M. S. Tutoria Presencial de polo de Apoio em EAD: um diferencial para a Educação a Distância. EDUCERE. Anais... Curitiba, 2008.

GATTI, B. A. Análise das políticas públicas para formação continuada no Brasil, na última década. Revista Brasileira de Educação, v. 13, n. 37, jan./abr. 2008.

GOMES, A. M.; DOS SANTOS, A. L. F.; DE MELO, D. B. L. Escola de Gestores: política de formação em gestão escolar. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, v. 25, n. 2, 2009.

HYPOLITO, A. M. Reorganização gerencialista da escola e trabalho docente. Educação: Teoría e prática, v. 21, n. 38, p. 59-78, 2011.

MILL, D. Estudos sobre os processos de trabalho em sistemas de educação a distância mediada por tecnologias da informação e da comunicação. Belo Horizonte, 2002. Dissertação (Mestrado em Educação) - Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais, 2002.

MILL, D.; FIDALGO, F. Espaço, tempo e tecnologia no trabalho pedagógico: redimensionamento na Idade Mídia. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 88, n. 220, p. 421-444, 2007.

MILL, D.; SANTIAGO, C.; VIANA, I. Trabalho docente na educação a distância: condições de trabalho e implicações trabalhistas. Revista Extra-Classe, v. 1, n. 1, 2008.

MILL, D. R. S. RIBEIRO, L. R. C; OLIVEIRA, M. R.G. (Orgs.). Polidocência na educação a distância: múltiplos enfoques. São Carlos: EdUFSCar, 2010.

MORAN, J. M. A educação que desejamos: novos desafios e como chegar lá. Papirus Editora, 2007.

MORAN, J. M. O ensino superior a distância no Brasil. Educação & Linguagem, v. 12, n. 19, p. 17-35, jan./jun. 2009.




DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v13.n2.2018.11063



Direitos autorais 2018 Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação

 

Rev. Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1982-5587

DOI Prefix: 10.21723/riaee

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.