Língua & cultura no ensino de inglês como língua estrangeira: uma experiência sociocultural de alguns estudantes de intercâmbio do Instituto Federal do Piauí

Autores

  • Giselda dos Santos Costa Instituto Federal do Piauí – IFPI

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.nesp1.v13.2018.11427

Palavras-chave:

Internacionalização, Ensino de cultura, Inglês como língua estrangeira, Adaptação sociocultural, Formação de Professor.

Resumo

A internacionalização do ensino superior se intensificou dramaticamente nos últimos quinze anos no Brasil, criando oportunidades de grande alcance, mas também ameaças e limitações em relação às práticas de ensino de línguas estrangeiras e o ensino de cultura. Muitos linguistas e antropólogos (BYRAM, 1997; KRAMSCH, 1993; MCKAY, 2003; JENKINS, 2005) afirmaram que para a comunicação ser bem-sucedida, o uso da linguagem deve ser associado a outro comportamento culturalmente apropriado, não apenas regras linguísticas em sentido estrito. Neste artigo, discutem-se os problemas relacionados à internacionalização, mais especificamente, a discussão gira em torno dos desafios socioculturais enfrentados por alguns alunos do Instituto Federal do Piauí (IFPI) em suas experiências no programa Ciência sem Fronteiras em cinco países. Através de entrevistas qualitativas, os resultados revelaram que estudantes lidaram com problemas socioculturais, os quais poderiam ser evitados se tivesse sido trabalhado em sala de línguas antes do intercâmbio.

Biografia do Autor

Giselda dos Santos Costa, Instituto Federal do Piauí – IFPI

Doutora em Linguística pela Universidade Federal de Pernambuco

Referências

ATAY, Derin at al. The Role of intercultural competence in foreign language teaching.

Inonu University Journal of the Faculty of Education, v. 10, n. 3, p. 123-135, 2009. ISSN: 1300–2899.

BYRAM, Michael. Cultural studies in foreign language education. Cleveland, England: Multilingual Matters.1997.

BROWN, H. Douglas. Principles of language learning and teaching. Beijing: Foreign Language Teaching and Research Press, 2001. ISBN 0-13-017816-0.

CHIZZOTTI, Antonio. Pesquisa em ciências humanas e sociais. Revista Portuguesa de Educação, Minho-Portugal, v. 16, n. 2, 2003.

CUSHNER, Kenneth. BRENNAN, Sharon. (Eds.) Intercultural student teaching: a bridge to global competence, Lanham. MD, Rowman and Littlefield Education. 2007. ISBN: 1-5788-6579-4.

FERENCE, Ruty.; BELL, Steven. A cross-cultural immersion in the U.S.: Changing preservice teachers attitudes toward Latino ESOL students. Equity and Excellence in Education, v. 37, n. 4, p. 343-350, 2004.

JENKINS, Jennifer. ELF at the gate: The position of English as a lingua franca. In: IATEFL 2004 Liverpool Conference Selections, Edition: 1st, Chapter: 2.12, Publisher: IATEFL, Editors: Alan Pulverness, 2004, p. 33-42.

JIANG, Wenying.The relationship between culture and language. EFT Journal, v. 54, n .4, p. 328-334, 2000. ISSN: 0951-0893.

KRAMSCH, Claire. Context and culture in language teaching. Oxford University Presss, v. 16, n. 2, p.264-267,1993. DOI: 10.1093/applin/16.2.264.

KRIAUČIŪNIENĖ, Roma.; ŠIUGŽDINIENĖ, Aukse. Viewpoints of intercultural competence development in English language teaching/learning classroom. Vilnius p, 95-105, 2010.

LIDDICOAT, Anthony. SCARINO, AAngela. Intercultural language teaching and learning. Malden, MA: Wiley-Blackwell, 2013. ISBN 978-1-4051-9810-3.

MCKAY, Sandra. Teaching English as an international language. The Journal of Asia Tefl, v. 1, n. 1, p. 1-22, Spring 2004.

ROUX, Johann. Re-examining global education’s relevance beyond 2000. Research in Education, Pretoria, v. 65, p. 70-80, 2001. DOI: 10.7227/RIE.65.6.

SAMOVAR, Larry et al. Communication between cultures. Beijing: Foreign Language Teaching and Research Press, 2009. ISBN-13: 978-0-495-56744-8.

STALLIVERI Luciene. Programa de Ciência sem Fronteiras do Brasil. 2015. Disponível em: https://www.insidehighered.com/blogs/world-view/brazils-science-without-borders-program. Acess in: may 2018.

SERCU, Lies. Implementing intercultural foreign language education. Belgian, Danish and British teachers' professional self-concepts and teaching practices compared. Evaluation & Research in Education, v. 16, n. 3, 2002. DOI: 10.1080/09500790208667015.

QIN, Xizhen. Teaching foreign languages by exploring intercultural misunderstanding. Intercultural Communication Studies XXIII. Florida, v. 3, 2014.

Disponível em: http://web.uri.edu/iaics/files/Xizhen-QIN.pdf. Acess in: may 2018.

VIGOTSKY, Lev. Pensamento e linguagem. 2 ed.Tradução de Jefferson Luiz Camargo e revisão técnica de José CipollaNeto.São Paulo: Martins Fontes, 1999.

ZU, Lin.; KONG, Zheqiong. A Study on the approaches to culture introduction in English textbooks. English Languagem Teaching, China, v. 1, n. 2, p. 112-118, 2009.

Publicado

30/04/2018

Como Citar

SANTOS COSTA, G. dos. Língua & cultura no ensino de inglês como língua estrangeira: uma experiência sociocultural de alguns estudantes de intercâmbio do Instituto Federal do Piauí. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 13, n. esp.1, p. 379–390, 2018. DOI: 10.21723/riaee.nesp1.v13.2018.11427. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/11427. Acesso em: 5 mar. 2021.

Edição

Seção

Artigos