Teorização em educação sexual a partir da grounded theory

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v14iesp.2.12609

Palavras-chave:

Grounded theory, Teorização, Educação sexual.

Resumo

Teorização em educação sexual trata-se de produção de conhecimento que, a partir de pesquisas indutivas, como as que se utilizam da metodologia Grounded Theory (GT), originam interpretações da realidade, em temáticas específicas, como, por exemplo, gênero, sexualidade infantil, sexualidade do adolescente, formação de professores, currículo, gravidez na adolescência, etc. O objetivo deste artigo é abordar a metodologia GT para produção de teorização(ões) na área da educação sexual, utilizando-se para isso de um exemplo de pesquisa de doutoramento em sexualidade infantil que apresenta o formato e as características de uma teorização com esta metodologia, objetivando, acima de tudo, a formação de pesquisadores iniciantes na área da educação sexual, na graduação e na pós-graduação.

Biografia do Autor

Claudionor Renato da Silva, Universidade Federal de Goiás, (UFG), Jataí – GO

Docente e Pesquisador do Curso de Pedagogia (Unidade de Educação) e Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE – Unidade de Ciências Humanas).

Referências

BIRKS, M.; MILLS, J. Grounded Theory: a practical guide. 2. ed. London: SAGE, 2015. ISBN 978-1-446-62957-86.

CHARMAZ, K. A construção da teoria fundamentada. Guia prático para análise qualitativa. Porto Alegre: Artmed, 2009. ISBN 975-85-363-1998-5.

CLARKE, A. E. Situational analysis – grounded theory mapping after the postmodern turn. Symbolic Interaction, v. 26, n. 4, p. 553-576, 2003. ISNN 1533-8665.

CLARKE, A. E. Situational analysis: grounded theory after the postmodern turn. Thousand Oaks, CA: Sage, 2005. ISBN 978-0-761-93056-3.

FERNANDES, E.; GONÇALVES, Ó. Encontro de narrativas terapêuticas: memórias do terapeuta activadas durante o processo de recordação do cliente. Revista Internacional de Psicología Clínica e de la Salud, v. 1, n. 1, p. 53-72, 2001. ISSN 1576 7329.

GUERRA, L. A relação entre teoria e pesquisa nas ciências sociais. Raízes, v. 32, n. 1, jan./jun., 2012. ISSN 2358-8705.

MACHADO, J. P. Dicionário Etimológico da Língua Portuguesa. Lisboa: Livros Horizonte, 2003. ISBN 978-85-86368-17-2.

MORSE, J. M. et al. Developing Grounded Theory: the second generation. London: Routledge, 2016. ISBN 978-0-203-34154-4.

SILVA, C. R. da. Proposta teórico-interpretativa em sexualidade infantil: contribuição à educação sexual a partir da Grounded Theory. 2015. 341f. Tese. Doutorado. Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar, Universidade Estadual “Júlio de Mesquita Filho”, Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, Câmpus de Araraquara. Araraquara, SP, 2015.

SILVA, C. R. da. Grounded Theory: a abordagem construtivista para pesquisas em educação sexual no Brasil. Uma proposta de formação de novos(as) pesquisadores(as). 1. ed. Araraquara, SP: Amazon, 2017. ISBN 978-85-924841-0-1. Disponível em: https://www.amazon.com.br/GROUNDED-THEORY-abordagem-construtivista-pesquisas-ebook/dp/B0752CWHTK/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1548926937&sr=8-1&keywords=grounded+theory+claudionor. Acesso em: 15 dez. 2019.

TAROZZI, M. O que é a Grounded Theory? Metodologia de pesquisa e de teoria fundamentada nos dados. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011. ISBN 978-85-326-4188-5.

WALSH, I. et al. What Grounded Theory Is... A critically reflective conversation among scholars. Organizational Research Methods, v. 18, n. 4, p. 582-599, 2015. ISSN 10944281.

Publicado

01/06/2019

Como Citar

SILVA, C. R. da. Teorização em educação sexual a partir da grounded theory. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 14, n. esp.2, p. 1427–1440, 2019. DOI: 10.21723/riaee.v14iesp.2.12609. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/12609. Acesso em: 25 fev. 2021.