O lobby da confederação nacional da indústria na educação profissional brasileira

Jefferson Carriello do Carmo, Fernando Silveira Melo Plentz Miranda

Resumo


A intensão desse texto é identificar os objetivos dos empresários brasileiros quando fazem lobby no Congresso Nacional e quais as suas consequências para a educação brasileira, mais especificamente para a Educação Profissional (EP). O caminho escolhido para essa apreciação foi bibliográfico e documental, de cunho histórico e teórico-analítico. O período da análise é a nova república como um momento de crise orgânica. Nesse período foi identificado uma série de práticas empresariais processadas, por meio de um conjunto de inovações, que passam pelo campo econômico, político, e educacional, cuja finalidade é constituir novas formas de consenso hegemônico no Brasil, por meio do Lobby.

Palavras-chave


Políticas educacionais; Educação profissional; História da educação; Empresário industrial; CNI.

Texto completo:

PDF PDF (Español (España)) XML

Referências


BRAGA, Ruy. A política do precariado: do populismo à hegemonia lulista. São Paulo: Boitempo, 2012.

BRASIL. Constituição da República Federativa de 1988. Brasília: 1988.

BRASIL. Lei nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional.

BRASIL. Decreto nº. 2.208, de 17 de abril de 1997. Regulamenta o § 2º do art. 36 e os arts. 39 a 42 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional.

BRASIL. Decreto nº. 5.154, de 23 de julho de 2004. Regulamenta o § 2º do art. 36 e os arts. 39 a 42 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e dá outras providências.

CAVALCANTE, Neusa. 40 anos do IEL na trajetória da indústria no Brasil. Brasília: IEL, 2009.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA. Educação básica e formação profissional: uma visão dos empresários. Rio de Janeiro: CNI/SENAI, 1993.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA. Educação para o mundo do trabalho: Documento Conceitual. Brasília: CNI, 2013.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA. Emprego na indústria: evolução recente e uma agenda de mudanças. Rio de Janeiro: CNI, 1997.

COUTINHO, Carlos Nelson. O Estado brasileiro: Gênese, crise alternativas. In: LIMA, Júlio César França, NEVES, Lúcia Maria Wanderley (Orgs.). Fundamentos da Educação Escolar do Brasil Contemporâneo. Rio de Janeiro: Editora Fiocruz/EPSJV, 2006.

DINIZ, Eli; BOSCHI, Renato. Brasil: um novo empresariado? Balanço de tendências recentes. In: DINIZ, Eli (org.). Empresários e modernização econômica: Brasil anos 90. Florianópolis: Ed. UFSC, IDACON, 1993.

DINIZ, Eli. Crise, reforma do Estado e governabilidade: Brasil, 1985-95. Rio de Janeiro: FGV, 1997.

DINIZ, Eli. Empresariado e estratégias de desenvolvimento. Lua Nova/Revista de cultura e política, n. 55, p. 241-262, 2002.

FIGUEREDO, Ney (Org.) Empresariado brasileiro: política, economia e sociedade. São Paulo: Editora Cultura, 2009.

FRIGOTTO, Gaudêncio. Educação, trabalho e desenvolvimento: contradições da atual política educacional. Revista da Diretoria de Engenharia da Aeronáutica, v. 10, n. 18, p. 46-50, nov./2000.

FRIGOTTO, Gaudêncio. A nova e a velha crise do capital e o labirinto dos referenciais teóricos. p. 21-46. In: FRIGOTTO, Gudêncio; CIAVATTA, Maria (orgs.). Teoria e educação no labirinto do capital. Petrópolis: Vozes, 2001.

KRAWCZYK, Nora. Ensino médio: empresários dão as cartas na escola pública. Educação & Sociedade., v. 35, n. 126, p. 21-41, mar. 2014.

MANCUSO, Wagner Pralon. O lobby da indústria no Congresso Nacional: empresariado e política no Brasil contemporâneo. São Paulo: Humanitas, 2007.

MANCUSO, Wagner Pralon; GOZETTO, Andréa Cristina Oliveira. Lobby: instrumento democrático de representação de interesses? Organicom, ano 8, n. 14, p. 118-128, 2011.

MELO, Alessandro de. Educação básica e formação profissional na visão dos empresários brasileiros. Educ. Soc., v. 30, n. 108, p. 893-914, out., 2009.

MORAES, Reginaldo Correa; SILVA, Maitá de Paula. O peso do Estado na pátria do mercado: os Estados Unidos como país em desenvolvimento. São Paulo: Unesp, 2013.

NEVES, Lúcia Maria Wanderley. Educação e política no Brasil de hoje. 2ª ed. São Paulo: Cortez, 1994.

NEVES, Lúcia Maria Wanderley (Org.) Educação e política no limiar do século XXI. Campinas, SP: Autores Associados, 2000a.

NEVES, Lúcia Maria Wanderley. Brasil 2000: nova divisão de trabalho na educação. 2ª ed. São Paulo: Xamã, 2000b.

OLIVEIRA, Ramon de. Empresariado industrial e educação Brasileira. São Paulo: Cortez, 2005.

OLIVEIRA, Ramon de. Agências Multilaterais e a Educação Profissional Brasileira. Campinas - SP: Alínea, 2006a.

OLIVEIRA, Ramon de. Educação e trabalho: do mito da reconversão tecnológica à ideologia da empregabilidade. Revista FAEEBA. v. 15, p. 57-66, 2006b.

OLIVEIRA, Ramon. Educação Profissional na Ibero-América: um estudo do programa IBERFOP. Educação e Realidade, Porto Alegre, v. 35, n. 3, p. 237-256, set./dez., 2010. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/educacaoerealidade/article/viewFile/8809/10284. Acesso em: 19 mar. 2017.

PAULANI, Leda. Brasil Delivery: servidão financeira e estado de emergência econômico. São Paulo: Boitempo, 2008.

RAMOS, Marise Nogueira. A pedagogia das competências: autonomia ou adaptação? 3. ed. São Paulo: Cortez, 2006.

RODRIGUES, José. O moderno príncipe industrial: o pensamento pedagógico da confederação Nacional da Indústria. Campinas, SP: Autores Associados, 1998.

RODRIGUES, José. Ainda a educação politécnica: o novo decreto da educação profissional e a permanência da dualidade estrutural. Rev. Trabalho e Saúde, v. 3, n. 2, p. 259-282, 2005.

SAAD, FILHO, Alfredo; MORAIS, Lecio. Brasil: neoliberalismo versus democracia. São Paulo: Boitempo, 2018.

SCHULTZ, Theodore William. O valor econômico da educação. Rio de Janeiro: Zahar, 1967.




DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v14iesp.3.12763



Direitos autorais 2019 Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação

 

Rev. Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1982-5587

DOI Prefix: 10.21723/riaee

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.