Oportunidades de aprendizagem com apoio da Comunicação Aumentativa e Alternativa em tempos de COVID-19

Renata Bonotto, Ygor Corrêa, Eduardo Cardoso, Daianne Serafim Martins

Resumo


Este estudo analisa os conteúdos de postagens envolvendo Comunicação Aumentativa e Alternativa (CAA) na página ComunicaTEA_pais no Instagram, para identificar que materiais estão sendo criados e disponibilizados para apoiar a aprendizagem de estudantes com necessidades complexas de comunicação (NCC) durante o fechamento das escolas devido à pandemia pelo novo coronavírus. A partir da técnica de Análise de Conteúdo, esta pesquisa qualitativa exploratória analisou 94 postagens. Cinco categorias se destacaram, a saber: orientações sobre a Covid-19; atividades educativas formais; atividade educativas não formais; orientações sobre o uso de CAA e recursos tecnológicos. Os conteúdos das postagens revelam a contribuição da página para difundir informações e atenuar desigualdades ao promover acesso a recursos de apoio à comunicação. Constata-se um processo dinâmico de apoio educacional e psicossocial para a comunidade de pessoas com NCC e sua rede de apoio frente às mudanças na rotina escolar de alunos com deficiência e NCC.

Palavras-chave


Comunicação aumentativa e alternativa; COVID-19; Materiais educacionais acessíveis; Necessidades complexas de comunicação.

Texto completo:

PDF/A PDF/A (English)

Referências


AMERICAN SPEECH-LANGUAGE-HEARING ASSOCIATION [ASHA]. Roles and responsibilities of speech-language pathologists with respect to augmentative and alternative communication. Technical report. ASHA Supplement 24, 2004.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Trad. Luís de Antero Rego e Augusto Pinheiro. Lisboa: Edições 70, 2011.

BONOTTO, R. C. S. Uso da comunicação alternativa no autismo: um estudo sobre a mediação com baixa e alta tecnologia. 2016. 180 f. Tese (Doutorado em Informática na Educação) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2016.

BRASIL. Lei n. 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação (PNE) e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, Edição Extra, Seção 1, p. 1, 26 jun. 2014. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm. Acesso em: maio 2020.

BRASIL. Lei n. 13.146, de 6 de julho de 2015. Institui a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Lei/L13146.htm. Acesso em: maio 2020.

BRASIL. Medida Provisória n. 934, de 1 de abril de 2020. Estabelece normas excepcionais sobre o ano letivo da educação básica e do ensino superior decorrentes das medidas para enfrentamento da situação de emergência de saúde pública de que trata a Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020. Diário Oficial da União, Brasília, Edição 63-A, Seção 1 Extra, p. 1, 01 abr. 2020c. Disponível em: http://abre.ai/bgvH. Acesso em maio 2020.

BRASIL. Portaria n. 343, de 17 de março de 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a situação de pandemia do Novo Coronavírus - COVID-19. Diário Oficial da União, Brasília, Edição 53, Seção 1, p. 39, 18 mar. 2020a. Disponível em: http://abre.ai/bgvB. Acesso em: maio 2020.

BRASIL. Portaria n. 544, de 16 de junho de 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais, enquanto durar a situação de pandemia do novo coronavírus - COVID-19, e revoga as Portarias MEC no 343, de 17 de março de 2020, no 345, de 19 de março de 2020, e no 473, de 12 de maio de 2020. Diário Oficial da União, Brasília, Edição 114, Seção 1, p. 62, 17 jun. 2020b. Disponível em: https://cutt.ly/9inmB8v. Acesso em: jun. 2020.

BUEKELMAN, D. R.; LIGHT, J. C. Augmentative & alternative communication: supporting children and adults with complex communication needs. 5. ed. Baltimore: Brookes, 2020.

CASTAMAN, A. S.; RODRIGUES, R. A. Educação a Distância na crise COVID-19: um relato de experiência. Research, Society and Development, v. 9, n. 6, e180963699, 2020.

GARCIA, M. F. et al. Novas competências docentes frente às tecnologias digitais interativas. Rev. Teoria e Prática da Educação, v. 14, n. 1, p. 79-87, jan./abr. 2011.

KOZINETS, R. V. Netnografia: realizando pesquisa etnográfica online. Trad. Daniel Bueno. Porto Alegre: Penso, 2014. 203 p.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO [MEC]. A Consolidação da Inclusão Escolar no Brasil 2003 a 2016. Disponível em: http://www.ufpb.br/cia/contents/manuais/a-consolidacao-da-inclusao-escolar-no-brasil-2003-a-2016.pdf. Acesso em: 15 mar. 2016.

MOREIRA, J. A.; SCHLEMMER, E. Por um novo conceito e paradigma de educação digital onlife. Revista UFG, v. 20, 2020.

NÓVOA. A. Formação de professores em tempo de pandemia. 1 vídeo (60 min), jun. 2020. Youtube. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=ef3YQcbERiM. Acesso em: jun. 2020.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS [ONU]. Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência. New York: 2007.

PRATES, D. COVID-19 e o apagamento da pessoa com deficiência. Justificando, 3 abril 2020a. Disponível em: https://www.justificando.com/2020/04/03/covid-19-e-o-apagamento-da-pessoa-com-deficiencia/. Acesso em: jun. 2020.

PRATES, D. O contágio pelo Coronavírus para pessoas com deficiência. Justificando, 24 março 2020b. Disponível em: https://www.justificando.com/2020/03/24/o-contagio-pelo-coronavirus-para-pessoas-com-deficiencia/. Acesso em: jun. 2020.

SAMPIERI, R. H.; COLLADO, C. F.; LUCIO, M. B. Metodologia de pesquisa. 5. ed. Porto Alegre: Penso, 2013.

SANTOS, B. S. A cruel pedagogia do vírus. Coimbra: Almedina, 2020.

VIGOTSKI, L. S. A defectologia e o estudo do desenvolvimento e da educação da criança anormal. Educ. Pesqui., São Paulo, v. 37, n. 4, dez. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-97022011000400012&lng=en&nrm=iso. Acesso em: mar. 2014. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1517-97022011000400012

VILLAS BÔAS, L.; UNBEHAUM, S. (Coor.). Educação escolar em tempos de pandemia. Informe 1. Fundação Carlos Chagas, 2020. Disponível em: http://abre.ai/bgvP. Acesso em: jun. 2020.

WILLIAMSON, B.; EYNON, R.; POTTER, J. Pandemic politics, pedagogies and practices: digital technologies and distance education during the coronavirus emergency. Learning, Media and Technology, v. 45, n. 2, p. 107-114, 2020.

WORLD BANK [WB]. Every learner matters: unpacking the learning crisis for children with disabilities. World Bank Group, Washington, DC, 2019. Disponível em: https://openknowledge.worldbank.org/handle/10986/31946. Acesso em: jun. 2020.

ZHAO, Y. COVID-19 as a catalyst for educational change. Prospects, 2020. Disponível em: https://link.springer.com/article/10.1007%2Fs11125-020-09477-y. Acesso em: jun. 2020. DOI: https://doi.org/10.1007/s11125-020-09477-y 2020




DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v15i4.13945



Direitos autorais 2020 Renata Bonotto, Ygor Corrêa, Eduardo Cardoso, Daianne Serafim Martins

 

Rev. Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1982-5587

DOI Prefix: 10.21723/riaee

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.