Olhares para a diversidade, inclusão escolar e exclusão social: contribuições da educação social

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v15iesp3.14418

Resumo

Os anos da década de 1990 marcam importantes mudanças nos discursos envolvendo os direitos humanos, as relações entre as políticas nacionais e os organismos internacionais. São resultado de disputas por projetos sociais antagônicos que visam apresentar alternativas de combate à exclusão e promotoras de inclusão social, sobretudo, por meio da educação. Embora o tema dos direitos humanos tenha sido construído no pós-guerra e os primeiros acordos assinados durante a Guerra Fria, os anos de 1990 favoreceram outra perspectiva a essa temática (KOERNER, 2002) e, também, novas formas de entendimento entre os poderes locais (nacionais) e o internacional (DALE, 2004).

Biografia do Autor

Fabiano Antonio dos Santos, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – (UFMS), Corumbá – (MS)

Professor do curso de pedagogia e do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFMS, campus do Pantanal.

Bárbara Amaral Martins, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Corumbá – (MS)

Professora Adjunta do curso de Pedagogia e do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFMS, Campus do Pantanal.

Mônica de Carvalho Magalhães Kassar, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Corumbá – (MS)

Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFMS, campus do Pantanal.

Referências

DALE, Roger. Globalização e educação: demonstrando a existência de uma “cultura educacional mundial comum” ou localizando uma “agenda globalmente estruturada para a educação”?. Educação & Sociedade, Campinas, vol. 25, n. 87, p. 423-460, maio/ago. 2004.

DÍAZ, Andrés Soriano. Uma aproximação à Pedagogia- Educação Social. Revista Lusófona de Educação. v. 7 n. 7, 2006. Disponível em https://revistas.ulusofona.pt/index.php/rleducacao/issue/view/64

FRIGOTTO, Gaudêncio. Educação e a crise do capitalismo real. São. Paulo: Ed. Cortez, 1995

GRAMSCI, A. Cadernos do cárcere. V. 3. Maquiavel: notas sobre o estado e a política. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011.

KOERNER, Andrei. Ordem política e sujeito de Direito no debate sobre direitos humanos. Lua Nova, Nº 57— 2002.

KUENZER, Acacia Zeneida. Exclusão includente e inclusão excludente: a nova forma de dualidade estrutural que objetiva as novas relações entre educação e trabalho. In Saviani, Dermeval; Sanfelice, José Luiz; Lombardi, José Claudinei. (Org.). Capitalismo, trabalho e educação. 2ed. Campinas: Autores Associados, 2006. Pp 77-96.

MARTINS, José de Souza. Exclusão social e a nova desigualdade social. São Paulo: Paulus, 1997.

MÉSZÁROS, I. A educação para além do capital. Tradução Isa Tavares, São Paulo: Boitempo, 2005. RAMOS, Marise Nogueira. A Pedagogia das Competências: autonomia ou adaptação? São Paulo: Cortez, 2001.

RIBEIRO, Marlene. Exclusão e educação social: conceitos em superfície e fundo. Educação & Sociedade. Campinas, v. 27, n. 94, p. 155-178, Abril, 2006. http://dx.doi.org/10.1590/S0101-73302006000100008.

RIBEIRO, M. O caráter pedagógico dos movimentos sociais. Serviço Social e Sociedade, São Paulo, n. 58, p. 41-71, 1998.

SAVIANI, Dermeval. Escola e Democracia. São Paulo; Campinas: Cortez: Autores Associados, 1988.

UN. Universal Declaration of Human Rights (UDHR). UN General Assembly. Paris, 1948. Disponível em http://undocs.org/en/A/RES/217(III)

Downloads

Publicado

30/10/2020

Como Citar

Santos, F. A. dos, Martins, B. A., & Kassar, M. de C. M. (2020). Olhares para a diversidade, inclusão escolar e exclusão social: contribuições da educação social. Revista Ibero-Americana De Estudos Em Educação, 15(esp3), 2146–2166. https://doi.org/10.21723/riaee.v15iesp3.14418