O ensino da sustentabilidade ambiental para cirurgiões-dentistas

Reverberações da formação acadêmica na prática profissional

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v17i3.16798

Palavras-chave:

Educação, Ensino Superior, Odontologia, Educação ambiental

Resumo

Este estudo busca responder se a temática da Sustentabilidade/Educação Ambiental está presente nos cursos de graduação em Odontologia. A pesquisa é de natureza quantitativa. Num primeiro momento foi realizada uma busca nas grades curriculares da graduação. Em seguida, realizou-se a aplicação de um questionário aos cirurgiões-dentistas. A partir do levantamento nas Instituições de Ensino Superior, foi constatado que o tema Sustentabilidade/Educação Ambiental, especificamente, não é abordado nos cursos de Odontologia: foram localizadas somente disciplinas correlatas e com conteúdos superficiais. A pesquisa de campo indicou que para 88% dos participantes o tema Sustentabilidade/Educação Ambiental não fez parte da sua grade curricular; somente 12% dos participantes afirmaram ter recebido esse conhecimento durante sua formação na graduação. Assim sendo, a pesquisa apresenta uma lacuna na formação acadêmica do profissional cirurgião-dentista durante a graduação, uma vez que o papel e a responsabilidade das universidades é de contribuir para um futuro de desenvolvimento sustentável, por meio da educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Deise Renata Bringmann, Universidade de Caxias do Sul (UCS), Caxias do Sul – RS – Brasil

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde.

Maria Carolina Rosa Gullo, Universidade de Caxias do Sul (UCS), Caxias do Sul – RS – Brasil

Professora Adjunta III no Departamento de Ciências Sociais. Doutorado em Economia (UFRGS).

Thiago de Oliveira Gamba, Universidade de Caxias do Sul (UCS), Caxias do Sul – RS – Brasil

Professor do Curso de Odontologia. Doutorado em Radiologia Odontológica (UNICAMP).

Referências

AVINASH, B. et al. Going green with eco-friendly dentistry. The journal of contemporary dental practice, v. 14, n. 4, p. 766-769, jul. 2013. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/259205315_Going_Green_with_Eco-friendly_Dentistry. Acesso em: 11 dez. 2021.

BRASIL. Lei n. 6.938, de 31 de agosto de 1981. Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, 1981. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L6938.htm. Acesso em: 12 abr. 2021.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: Presidência da República, 1988. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 12 jun. 2021.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF: Presidência da República, 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 06 dez. 2021.

BRASIL. Lei n. 9.795, de 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. Brasília, DF: Presidência da República, 1999. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9795.html. Acesso em: 13 jan. 2022.

BRASIL. Resolução CNE/CES 3, de 19 de fevereiro de 2002. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Odontologia. Brasília, DF: MEC, 2002. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CES032002.pdf. Acesso em: 14 jan. 2022.

BRASIL. Programa Nacional de Educação Ambiental. 3. ed. Brasília, DF: Coordenação-Geral de Educação Ambiental, 2005. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/secad/arquivos/pdf/educacaoambiental/pronea3.pdf. Acesso em: 13 jan. 2022.

BRASIL. Resolução n. 2, de 15 de junho de 2012. Estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental. Brasília, DF: Presidência do CNE, 2012. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/rcp002_12.pdf. Acesso em: 12 abr. 2021.

CFO. CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA. Quantidade Geral de Profissionais e Entidades Ativas. 2020. Disponível em: https://website.cfo.org.br/estatisticas/quantidade-geral-de-entidades-e-profissionais-ativos/. Acesso em: 03 jun.2022

D'AVANZO, E. et al. A collaborative web service exploiting collective rules and evidence integration to support sustainable orthodontic decisions. Journal of Cleaner Production, v. 176, p. 813-826, mar. 2018. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0959652617327592. Acesso em: 03 dez. 2021.

DUANE, B. et al. Environmental sustainability and biodiversity within the dental practice. British dental journal, v. 226, n. 9, p. 701-705, maio 2019. Disponível em: https://www.nature.com/articles/s41415-019-0208-8. Acesso em: 23 nov. 2021.

FEDERATION, FDI WORLD DENTAL. Sustainability in Dentistry: Adopted by the FDI General Assembly: August 2017, Madrid, Spain. International Dental Journal, v. 68, n. 1, p. 10-11, 2018.

FEIL, A. A.; SCHREIBER, D. Sustentabilidade e desenvolvimento sustentável: Desvendando as sobreposições e alcances de seus significados. Cadernos Ebape. BR, v. 15, n. 3, p. 667-681, jul. 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cebape/a/hvbYDBH5vQFD6zfjC9zHc5g/abstract/?lang=pt. Acesso em: 05 jan. 2021.

GAMELEIRA, F. H. S. Educação ambiental como estratégia para inserção da sustentabilidade na formação em odontologia. 2016. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) – Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016. Disponível em: https://bdtd.ibict.br/vufind/Record/UFRN_de5a5d7cb37f80cfdc7eff373c0518ac. Acesso em: 12 out. 2021.

GLICK, M. et al. Uma nova definição de saúde bucal desenvolvida pela FDI World Dental Federation abre as portas para uma definição universal de saúde bucal. British Dental Journal, v. 221, n. 12, p. 792-793, 2016.

HENSHAW, M. M.; GARCIA, R. I.; WEINTRAUB, J. A. Disparidades de saúde bucal ao longo da vida. Clínicas Dentárias, v. 62, n. 2, p. 177-193, 2018.

HOFMAN-BERGHOLM, M. Changes in thoughts and actions as requirements for a sustainable future: A review of recent research on the finish educational system and sustainable development. Journal of Teacher Education for Sustainability, v. 20, n. 2, p. 19-30, 2018. Disponível em: https://files.eric.ed.gov/fulltext/EJ1218199.pdf. Acesso em: 12 ago. 2021.

LAMONIER, E. L.; LIMA, R. R. Perspectivas de futuro profissional das pessoas com eficiência e com outras necessidades educacionais específicas: Um estudo de representações sociais. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 17, n. 1, p. 382-398, jan./mar. 2022. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/15539. Acesso em: 03 abr. 2022.

LEME, F. B. M. Educación ambiental y turismo: Una formación holística, interdisciplinaria y de futuros educadores. Estudios y perspectivas en turismo, v. 18, n. 1, p. 92-106, jan./mar. 2009. Disponível em: scielo.org.ar/scielo.php?pid=S1851-17322009000100006&script=sci_arttext&tlng=en. Acesso em: 09 dez. 2021.

LUCIETTO, D. A. et al. Revisitando as origens da ‘arte dentária’: O processo histórico e o modelo hegemônico da prática odontológica em análise. Revista da Faculdade de Odontologia de Porto Alegre, Porto Alegre, v. 48, n. 1/3, p. 61-68, jan./dez. 2007. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/22803. Acesso em: 25 nov. 2021.

MANHÃES, F. A.; OLIVEIRA, M. R. T. R.; SIQUEIRA, L. C. B. A educação ambiental na graduação em odontologia. Revista Interface-Integrando Fonoaudiologia e Odontologia, v. 1, n. 1, p. 3-21, 2020. Disponível em: http://www.revistas.uniflu.edu.br:8088/seer/ojs-3.0.2/index.php/interface/article/view/245. Acesso em: 08 set. 2021.

MORITTA, M. C.; HADDAD, A. E.; ARAÚJO, M. E. Perfil atual e tendências do cirurgião-dentista brasileiro. Maringá: Dental Press, 2010. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-877090. Acesso em: 19 set. 2021.

ONU. Organização das Nações Unidas. Declaração do Rio sobre meio ambiente e desenvolvimento. 1992. Disponível em: http://www.onu.org.br/rio20/documentos/. Acesso em: 10 abr. 2021.

PINSONNEAULT, A.; KRAEMER, K. Survey research methodology in management information systems: An assessment. Journal of management information systems, v. 10, n. 2, p. 75-105, 1993. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/07421222.1993.11518001. Acesso em: 16 nov. 2021.

SILVA, M. M. P.; LEITE, V. D. Estratégias para realização de educação ambiental em escolas do ensino fundamental. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, v. 20, p. 372-392, 2008. Disponível em: https://periodicos.furg.br/remea/article/view/3855. Acesso em: 19 out. 2021.

SOARES, L. R. O neoliberalismo e sua impossibilidade de solucionar os problemas ambientais. Revista Fim do Mundo, n. 02, p. 53-74, maio/ago. 2020. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/RFM/article/view/10284. Acesso em: 26 set. 2021.

TERRES, M. S.; BRANCHI, I. H. Going green: Consumo sustentável e as estratégias de marketing verde. RAUnP, v. 5, n. 1, p. 33-44, 2012. Disponível em: https://repositorio.unp.br/index.php/raunp/article/view/234. Acesso em: 11 jan. 2021.

UCS. UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL. Representação gráfica do perfil de formação do curso de bacharelado em odontologia. 2022. Disponível em: https://www.ucs.br/site/static/uploads/arquivo_curriculo/KXzmnGjTob.pdf. Acesso em: 03 jun.2022.

VEIGA, J. E. O prelúdio do desenvolvimento sustentável. Economia brasileira: perspectivas do desenvolvimento CAVC, São Paulo, p. 243-266, 2005. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/89133/mod_resource/content/1/O%20prelúdio%20do%20desenvolvimento%20sustentável.pdf. Acesso em: 11 set. 2021.

ZANELLA, C.; KRÜGER, S. D.; BARICHELLO, R. Sustentabilidade: Uma abordagem das percepções de professores do ensino superior. Revista de Administração IMED, v. 9, n. 2, p. 73-93, jul./dez. 2019. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=7529428. Acesso em: 22 nov. 2021.

Publicado

01/07/2022

Como Citar

BRINGMANN, D. R.; GULLO, M. C. R.; GAMBA, T. de O. O ensino da sustentabilidade ambiental para cirurgiões-dentistas: Reverberações da formação acadêmica na prática profissional. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 17, n. 3, p. 1873–1887, 2022. DOI: 10.21723/riaee.v17i3.16798. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/16798. Acesso em: 4 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.