Enunciação e subjetividade

Elementos para a análise do gênero carta

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v18i00.17615

Palavras-chave:

Produção textual, Leitura, Enunciação, Subjetividade

Resumo

Neste artigo, vamos trabalhar as noções de enunciação e subjetividade, a partir do gênero carta, produzida como complemento ao conto de Dalton Trevisan intitulado: “Apelo”. Para este intuito, usamos as respostas ao texto feitas pelos alunos do 1º período do curso de Letras Inglês/Português da UNEAL (3 respostas), que se caracterizam como exercício da disciplina de Leitura e Produção de Texto. Metodologicamente, esta análise se coloca como um caminho a ser trabalhado qualitativamente em sala de aula, a saber: pelo uso de exercícios de complemento textual para leitura de gêneros literários (epopeias, narrativas e poesias líricas), tanto quanto para gêneros discursivos (carta, conto, cordel etc.). Assim, este artigo busca definir teoricamente, dentro do gênero discursivo carta, o que seria a interação na linguagem, produzindo sentido de enunciação, bem como a importância da consciência do ‘eu’ para a produção e a leitura do texto, constituindo a realidade fundamental da linguagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

James Washington Alves dos Santos, Instituto Federal de Alagoas

Profesor de Sociología, Departamento de Formación General. Doctorado en Ciencias Sociales (UNESP).

Referências

ANTUNES, I. Língua, texto e ensino: outra escola possível. São Paulo: Parábola Editorial, 2009.

AUSTIN, J. L. Quando Dizer é Fazer. Porto Alegre: Artes Médicas, 1990.

BAKHTIN, M.; VOLOCHÍNOV, V. O discurso de outrem. In: Marxismo e Filosofia da linguagem. São Paulo: Hucitec, 2010. p. 139-149.

BENVENISTE, É. Da subjetividade da linguagem. In: Problemas de Linguística Geral. São Paulo: Edusp, 2005. p. 284-315.

CANDIDO, A. Literatura e sociedade. São Paulo: Editora Nacional, 1980.

ELIAS, V. M.; KOCH, I. V. Texto e intertextualidade. In: Ler e compreender: os sentidos do texto. São Paulo: Contexto, 2006. p. 108-124.

FOUCAULT, M. História da Sexualidade I: A vontade de saber. Rio de Janeiro: Edições Graal, 2012.

GIDDENS, A. Transformações da Intimidade: Sexualidade, Amor e Erotismo nas Sociedades Modernas; São Paulo: UNESP, 1993.

MARCUSCHI, L. A. Desvendando os segredos do texto. São Paulo: Cortez, 2002.

SAUSSURE, F. de. Curso de lingüística geral. São Paulo: Cultrix, 2002.

TREVISAN, D. A. “Mistérios de Curitiba”. 5. ed. Rio de Janeiro: Record, 1996.

VAN DIJK, T. A. Discurso e contexto: uma abordagem sociocognitiva. Tradução: Rodolfo Ilari. São Paulo: Contexto, 2010.

Publicado

19/09/2023

Como Citar

SANTOS, J. W. A. dos. Enunciação e subjetividade: Elementos para a análise do gênero carta. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 18, n. 00, p. e023064, 2023. DOI: 10.21723/riaee.v18i00.17615. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/17615. Acesso em: 15 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos teóricos