Bases epistemológicas de apropriação do conhecimento: projeto ler é viver

Autores

  • Luci Regina Muzzeti
  • Darbi Masson Suficier
  • Fábio Tadeu Reina
  • Flávia Fiorante
  • Morgana Múrcia Ortega
  • Sandra Fernandes de Freitas
  • Regina Célia Bedin
  • Camila Bezerra
  • Fernanda Musto
  • Roberta Gaio
  • Maria Beatriz Loureiro de Oliveira
  • Caren Studer
  • Luciana Renata Muzzeti Martinez

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v3i.2680

Palavras-chave:

Habitus, Herança cultural, Itinerário escolar, Conhecimento legítimo,

Resumo

O objetivo desse estudo foi descrever como se dá o processo de apropriação de conhecimentos legítimos e socialmente valorizados no projeto Ler é Viver realizado na Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, na Faculdade de Ciências e Letras, campus de Araraquara. Para realizar o estudo descreveremos apoiados no referencial teórico elaborado por Pierre Bourdieu e sua equipe os mecanismos desta apropriação legítima dentre eles: habitus primário, o processo de reestruturação do habitus, capital cultural, estratégias etc, procurando mostrar como o meio de apropriação do conhecimento influi nas trajetórias dos diferentes agentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

25/05/2010

Como Citar

MUZZETI, L. R.; SUFICIER, D. M.; REINA, F. T.; FIORANTE, F.; ORTEGA, M. M.; FREITAS, S. F. de; BEDIN, R. C.; BEZERRA, C.; MUSTO, F.; GAIO, R.; OLIVEIRA, M. B. L. de; STUDER, C.; MARTINEZ, L. R. M. Bases epistemológicas de apropriação do conhecimento: projeto ler é viver. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 3, p. 41–47, 2010. DOI: 10.21723/riaee.v3i.2680. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/2680. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>