Experiências educacionais no século xvi: a formação da casa de meninos de são paulo de piratininga

Autores

  • Felipe Ziotti Narita

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v2i2.471

Resumo

Este estudo pretende analisar as atividades educacionais jesuíticas desenvolvidas na Casa de Meninos de São Paulo de Piratininga, localizada no interior da capitania de São Vicente, entre 1554 e 1556: período que contou com a participação direta do jesuíta Manuel da Nóbrega e que compreende as primeiras experiências pedagógicas vivenciadas na constituição daquele núcleo de ensino. Para tanto, a pesquisa voltou-se à análise de cartas escritas por jesuítas, durante o recorte temporal proposto, que relatam as atividades educacionais ministradas inicialmente e as condições sob as quais se desenvolveram a educação e a formação religiosa dos indígenas na Casa de Meninos de São Paulo de Piratininga. Com o cultivo de um modelo pedagógico indissociável da formação educacional na religião, os jesuítas estruturaram uma cultura escolar que encontrou respaldo nos métodos catequéticos da Companhia. Assim, embora afetado pela precariedade material e pelos infortúnios, o sistema de ensino e de formação religiosa jesuítico da Casa de Meninos fomentou as bases para a fixação de um povoado em São Paulo de Piratininga.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

07/12/2007

Como Citar

NARITA, F. Z. Experiências educacionais no século xvi: a formação da casa de meninos de são paulo de piratininga. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 2, n. 2, p. 195–203, 2007. DOI: 10.21723/riaee.v2i2.471. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/471. Acesso em: 12 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos teóricos