O processo de revalidação de diplomas de cursos de graduação no Brasil: um olhar sobre o projeto piloto de medicina

Autores

  • Jullie Cristhie da Conceição Mestranda em Educação. UFGD - Universidade Federal da Grande Dourados. Faculdade de Educação - Pós-Graduação em Educação. Dourados – MS - Brasil. 79.803-030

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v7i3.5630

Resumo

Tem por objetivo analisar o processo de revalidação de títulos de educação superior, mais especificamente, busca-se apresentar algumas características do Projeto Piloto de Revalidação de Diploma de Médicos obtidos no exterior implementado pelo MEC/MS. Essa temática justifica-se pela importância que os governos atribuem à educação superior, especialmente no contexto dos blocos supranacionais, como o Processo de Bolonha e o MERCOSUL. Adotou-se como metodologia a abordagem qualitativa, tendo como estratégia a análise documental. A partir dos dados levantados, foi possível inferir que apesar das iniciativas governamentais para promover a revalidação de diplomas por meio de projetos e exames próprios, ainda permanecem embates e tensões no processo. As tensões presentes explicitam a falta de uma concepção de qualidade para a formação de médicos, especialmente no contexto dos países que compõem o MERCOSUL, uma vez que a maior parte dos inscritos são egressos de instituições desses países.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

CONCEIÇÃO, J. C. da. O processo de revalidação de diplomas de cursos de graduação no Brasil: um olhar sobre o projeto piloto de medicina. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 7, n. 3, p. 15–35, 2012. DOI: 10.21723/riaee.v7i3.5630. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/5630. Acesso em: 9 mar. 2021.

Edição

Seção

Artigos