Divergências, congruências e reticências: uma análise comparativa entre produtos dos programas escola sem homofobia e saúde e prevenção na escola

Autores

  • Isaias Batista de Oliveira Júnior Bolsista CAPES/CNPQ - Mestre em Educação. UEM - Universidade Estadual de Maringá. Doutorando em Educação. UNESP - Universidade Estadual Júlio Mesquita Filho. Faculdade de Ciências e Letras. Araraquara – SP – Brasil
  • Eliane Rose Maio Doutora e Pós-Doutora em Educação Escolar. UNESP – Universidade Estadual Júlio Mesquita Filho. Docente da Universidade Estadual de Maringá, do Departamento de Teoria e Prática da Educação – DTP e do Programa de Mestrado e Doutorado em Educação – PPE. Maringá – PR – Brasil. 87020-900

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v8i2.5713

Resumo

Os níveis de desqualificação aos quais milhares de jovens e adultos LGBT são submetidos emergem nas mais diversas instâncias como: igreja, política, mídia, sociedade, escola, etc., A escola caracteriza-se como um local estratégico de implementação de políticas educacionais. Nesse contexto surgem ações como Programa Escola sem Homofobia e Saúde e Prevenção na Escola. Como fragmento de uma pesquisa mais ampla voltada a qualificação de Mestrado, trazemos a discussão os subprodutos advindos desses Programas intitulados: Kit anti-homofobia do MEC e Guia de Adolescentes e Jovens para a Educação entre Pares, respectivamente. Ambas as estratégias apresentam congruências, divergências e reticencias entre si. Para o estudo nos baseamos na acepção dos estudos culturais e no referencial literário produzido sobre a temática, caracterizando a pesquisa bibliográfica. Conclui-se que a ausência de materiais sobre a temática não pode mais ser justificativa para discutir a diversidade sexual e combate e prevenção à homofobia, pois se determinado material não foi distribuído para as escolas, educadores/as podem contar com outras publicações já realizadas. 

Biografia do Autor

Isaias Batista de Oliveira Júnior, Bolsista CAPES/CNPQ - Mestre em Educação. UEM - Universidade Estadual de Maringá. Doutorando em Educação. UNESP - Universidade Estadual Júlio Mesquita Filho. Faculdade de Ciências e Letras. Araraquara – SP – Brasil

Mestre pelo Programa de Pós Graduação em Educação pela Universidade Estadual de Maringá. Pós Graduado em Psicopedagogia Clínica e Institucional. Pós Graduado em Gestão Esoolar. Pós Graduado em Neuropedagogia na Educação. Graduado em Nutrição pela Universidade Filadélfia de Londrina - PR, Licenciado em Educação Física pela Universidade Estadual de Londrina- PR.

Eliane Rose Maio, Doutora e Pós-Doutora em Educação Escolar. UNESP – Universidade Estadual Júlio Mesquita Filho. Docente da Universidade Estadual de Maringá, do Departamento de Teoria e Prática da Educação – DTP e do Programa de Mestrado e Doutorado em Educação – PPE. Maringá – PR – Brasil. 87020-900

Doutora e Pós-Doutora em Educação Escolar – UNESP/Araraquara, Docente da Universidade Estadual de Maringá, do Departamento de Teoria e Prática da Educação – DTP e do Programa de Mestrado e Doutorado em Educação – PPE.

Downloads

Publicado

20/01/2014

Como Citar

OLIVEIRA JÚNIOR, I. B. de; MAIO, E. R. Divergências, congruências e reticências: uma análise comparativa entre produtos dos programas escola sem homofobia e saúde e prevenção na escola. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 8, n. 2, p. 452–468, 2014. DOI: 10.21723/riaee.v8i2.5713. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/5713. Acesso em: 6 mar. 2021.

Edição

Seção

Artigos