A pedagogia no combate ao trabalho infantil no município de Boa Vista

Autores

  • Lysne Nôzenir Camelo de Lima UAH - Universidade Alcalá de Henares. Mestre em Política e Gestão Educacional - Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Desporto de Roraima. Boa Vista – RR – Brasil. 69.309-470

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v7i4.6286

Resumo

O trabalho infantil expõe as crianças a vários riscos, prejudicando seu desenvolvimento e configura-se como violação de direito. O trabalho apresenta a pedagogia utilizada pelo PETI em Boa Vista; o procedimento foi aplicado através de entrevista semi-estruturada e questionários, aos gestores e as crianças do programa, com enfoque qualitativo e quantitativo, avaliando a participação e satisfação dos integrantes e seus familiares. O PETI tem a finalidade de erradicar as diversas formas de trabalho infantil, assim como retirar das ruas crianças e/ou adolescentes. Sendo o seu público alvo crianças e/ou adolescentes na faixa etária de 07 (sete) a 15 (quinze) anos de idade. Dentre as ações desenvolvidas estão a de caráter protetivo e sócioeducativo, que compreendem: atividades ludopedagógicas, palestras preventivas e educativas, esportes, artesanatos, músicas e etc. Nesse contexto, cabe ao PETI, como programa estratégico, contribuindo para erradicação do trabalho infantil no Município de Boa Vista. Oportunizando assim as crianças e adolescentes assim como suas famílias a terem uma vida melhor. No resultado final, constatou-se o compromisso em erradicar o trabalho infantil em Boa Vista, priorizando o atendimento as famílias, através da educação social.

Downloads

Como Citar

Lima, L. N. C. de. (2013). A pedagogia no combate ao trabalho infantil no município de Boa Vista. Revista Ibero-Americana De Estudos Em Educação, 7(4), 51–61. https://doi.org/10.21723/riaee.v7i4.6286

Edição

Seção

Artigos