A avaliação da educação superior: um estudo sobre os determinantes de desempenho

Autores

  • Alessandro Lepchak UFPR - Universidade Federal do Paraná
  • André Júnior de Oliveira UFPR - Universidade Federal do Paraná
  • Adriana Fragalli UFPR - Universidade Federal do Paraná
  • Jorge Eduardo Scarpin UFPR - Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v11.n3.6288

Palavras-chave:

Educação superior. Investimentos. Externalidades. Desempenho.

Resumo

Diante das exigências da sociedade, nota-se a evolução dos investimentos em educação superior nos últimos anos no Brasil. O objetivo do estudo foi identificar fatores que influenciam nos indicadores de desempenho da educação superior. Os dados foram coletados por meio dos sítios das entidades governamentais. A metodologia utilizada foi quantitativa, utilizando a regressão linear múltipla. Compôs a amostra 52 universidades federais, sendo o período analisado de 2009 a 2011. Os resultados apontam que a variável ‘custo por aluno’ influencia o IGC em todos os períodos. Já os indicadores CPC e ENADE são influenciados pelo ‘número de alunos’ apenas em 2009. 

Biografia do Autor

Alessandro Lepchak, UFPR - Universidade Federal do Paraná

Contabilidade

André Júnior de Oliveira, UFPR - Universidade Federal do Paraná

PPG Contabilidade

Adriana Fragalli, UFPR - Universidade Federal do Paraná

PPG Contabilidade

Downloads

Publicado

20/10/2016

Como Citar

LEPCHAK, A.; OLIVEIRA, A. J. de; FRAGALLI, A.; SCARPIN, J. E. A avaliação da educação superior: um estudo sobre os determinantes de desempenho. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 11, n. 3, p. 1111–1131, 2016. DOI: 10.21723/riaee.v11.n3.6288. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/6288. Acesso em: 28 fev. 2021.

Edição

Seção

Artigos