Corporeidade, formação de leitores e literatura infantil: algumas interfaces

Autores

  • Sonia Maria Martins de Melo UDESC - Universidade do Estado de Santa Catarina. Florianópolis – SC – Brasil. 88.035-001
  • Ademilde Silveira Sartori UDESC - Universidade do Estado de Santa Catarina. Florianópolis – SC – Brasil. 88.035-001
  • Luciana Kornatzki UDESC - Universidade do Estado de Santa Catarina. Florianópolis – SC – Brasil. 88.035-001. Secretaria Municipal de Educação de Biguaçu. Biguaçu – SC – Brasil. 88.160-000

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v8i1.6531

Resumo

Neste trabalho apontamos interfaces entre corporeidade, formação de leitores e literatura infantil. As reflexões apresentadas são parte de uma pesquisa sobre livros de educação sexual intencional para a infância. Objetivamos refletir sobre as práticas pedagógicas de ensino da leitura, especificamente aquelas que utilizam livros de literatura infantil. Compreendemos educação como fenômeno humano sempre presente nas relações estabelecidas entre as essoas, situadas em um contexto sóciohistórico e cultural. Nessas relações sempre educativas, a corporeidade, como unidade de existência humana, está também sempre presente, sendo construída e reconstruída, inclusive nas práticas de ensino da leitura e formação de leitores. Nessas relações educativas professores/as e alunos/as expressam sua corporeidade, assim como ela também se expressa nos conteúdos de livros para a infância. Assim, esses livros também contribuem para a construção da corporeidade das crianças leitoras. Pelas relações entre leitores e livros é possível perceber imensas possibilidades de uso pedagógico emancipatório de livros de literatura infantil, se usados criticamente. Destacamos a importância da reflexão sobre seus conteúdos, em busca de perceber que mensagens expressam e os possíveis efeitos para a construção da corporeidade dos leitores. Sendo assim, torna-se indispensável refletir com eles para questionar seus conteúdos, suas possíveis normatizações ou se já apontam para uma perspectiva emancipatória.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

20/01/2014

Como Citar

MELO, S. M. M. de; SARTORI, A. S.; KORNATZKI, L. Corporeidade, formação de leitores e literatura infantil: algumas interfaces. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 8, n. 1, p. 291–303, 2014. DOI: 10.21723/riaee.v8i1.6531. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/6531. Acesso em: 11 maio. 2021.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)