Percepções de professores do ensino secundário em Portugal sobre o papel da disciplina de biologia e do gabinete de apoio aos alunos na educação em sexualidade

Autores

  • Cândida Maria Machado Gonçalves Escola EB2,3 Carlos Teixeira. Fafe – PO - Portugal
  • Teresa Vilaça UMinho - Universidade do Minho. Braga – PO – Portugal

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v8i2.6551

Resumo

A educação em sexualidade (ES) em Portugal, por se tratar de uma área de formação pessoal e social, exige a adopção de um currículo aberto e flexível com a participação ativa dos/as alunos/as. Por essa razão, a ES tem vindo a ser integrada no currículo escolar nomeadamente na disciplina de Biologia e Gabinete de Apoio ao Aluno/a (GAA). Neste sentido, foi desenvolvida uma investigação em escolas portuguesas que, entre outros objetivos, pretendeu: i) caracterizar as concepções de professores/as do GAA e professores/as de Biologia, do Ensino Secundário, sobre o papel da disciplina de Biologia e do GAA na ES dos/as jovens; ii) descrever a forma como concebem o GAA como uma estrutura de suporte na ES. Recorreu-se a uma metodologia qualitativa, exploratória e descritiva, em que a recolha dos dados foi feita através de entrevistas semiestruturadas a professores/as responsáveis pelo GAA (n=6) e professores/asde Biologia (n=6). A maior parte dos/as entrevistados/as atribuiu à Biologia e ao GAA um papel importante na ES no Ensino Secundário, que entenderam como uma área transversal e interdisciplinar onde se ajudam os/as jovens a construir projetos de vida saudáveis. Na sua perspetiva, o programa de Biologia permite o conhecimento da dimensão biológica da sexualidade, daí a importância da sua articulação com o GAA. O GAA foi considerado como uma estrutura de suporte à ES, porque além de colaborar nos projetos de ES deverá ser um serviço social, onde o/a professor/a age como conselheiro/a e encaminha o/a aluno/a para outras instituições.Estes resultados têm implicações a nível da formação de professores/as, da articulação entre as áreas curriculares disciplinares e o GAA e da (re) estruturação dos GAA em função dos normativos legais.

Downloads

Publicado

22/01/2014

Como Citar

GONÇALVES, C. M. M.; VILAÇA, T. Percepções de professores do ensino secundário em Portugal sobre o papel da disciplina de biologia e do gabinete de apoio aos alunos na educação em sexualidade. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 8, n. 2, p. 540–559, 2014. DOI: 10.21723/riaee.v8i2.6551. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/6551. Acesso em: 28 fev. 2021.

Edição

Seção

Artigos