Curso de formação inical em sexualidade: relato de uma proposta interventiva

Andreza Marques De Castro Leão, Paulo Rennes Marçal Ribeiro

Resumo


Os cursos de licenciatura devem oportunizar espaços para abrangência da sexualidade, constituindo, assim, meios de proporcionar aos discentes uma formação específica no tocante a estes assuntos. Considerando isso, o presente estudo objetivou identificar as concepções de um grupo de discentes de um curso de Pedagogia acerca da sexualidade infantil e das relações de gênero verificando as principais necessidades formativas que apresentavam concernentes a tais temáticas para, a partir disso, elaborar e implantar um curso interventivo. Os instrumentos empregados para coleta de dados foram dois questionários. A partir dos dados deste instrumento foi elaborado um curso interventivo em sexualidade voltado para os referidos discentes. Participaram da primeira etapa da pesquisa, correspondente ao preenchimento do questionário, 342 estudantes e da segunda etapa, aplicação do curso, 38 pessoas. Os temas indicados como os mais necessários em sua formação foram: sexualidade, educação sexual, sexualidade infantil, abuso sexual, adolescência e sexualidade e deficiências. Enfim, os resultados do curso foram muito satisfatórios, conseguindo prover de formação estes discentes, porém, revela o quanto ainda é preciso fazer pensando na formação de profissionais aptos a implantação da educação sexual no contexto escolar.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v8i3.6585



Direitos autorais 2014 Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação

 

Rev. Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1982-5587, ISSN: 2446-8606.

DOI Prefix: 10.21723/riaee

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.