Atividades educativas em saúde na educação básica: um estudo a partir da inserção de estudantes de licenciatura em enfermagem na escola

Autores

  • Lays dos Santos Maia Graduanda em Licenciatura e Bacharelado em Enfermagem. USP – Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem. Membro do Grupo de Pesquisa Educação e Saúde/Enfermagem. Ribeirão Preto – SP – Brasil. 14040-902
  • Edmilson Alves dos Santos Júnior Graduando em Licenciatura e Bacharelado em Enfermagem. USP – Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem. Membro do Grupo de Pesquisa Educação e Saúde/Enfermagem. Ribeirão Preto – SP – Brasil. 14040-902
  • Thaís Koga Fonseca Graduanda em Licenciatura e Bacharelado em Enfermagem. USP – Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem. Membro do Grupo de Pesquisa Educação e Saúde/Enfermagem. Ribeirão Preto – SP – Brasil. 14040-902
  • Marta Angélica Iossi Silva USP – Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem - Departamento de Enfermagem Materno- Infantil e Saúde Pública. Membro do Grupo de Pesquisa Educação e Saúde/Enfermagem. Ribeirão Preto – SP – Brasil. 14040-902
  • Marlene Fagundes Carvalho Gonçalves USP – Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem - Departamento de Enfermagem Psiquiátrica e Ciências Humanas. Membro do Grupo de Pesquisa Educação e Saúde/Enfermagem. Ribeirão Preto – SP – Brasil. 14040-902

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v8i3.6588

Resumo

Este trabalho tem como objetivo analisar as práticas de atividades educativas em saúde, no contexto escolar de Educação Básica, realizada por estudantes do curso de Licenciatura em Enfermagem. Este trabalho é parte integrante de um projeto maior, denominado Ensinando e Aprendendo Saúde na Educação Básica, inserido no Grupo de Pesquisas Educação em Saúde/Enfermagem, da EERP/USP. Os jovens universitários, inseridos na escola para o desenvolvimento de um projeto de extensão e cultura, registraram as atividades educativas voltadas à saúde desenvolvidas por eles na escola. Os dados registrados foram submetidos a uma análise de conteúdo, técnica de análise temática, proposta por Bardin. Os resultados apontam que esta inserção tem possibilitando aos alunos, docentes e profissionais das escolas básicas, maior consciência e explicitação das possíveis ações referentes aos enfermeiros na escola. Apontam ainda a importância da parceria entre enfermeiros e escolas públicas.

Downloads

Como Citar

Maia, L. dos S., Santos Júnior, E. A. dos, Fonseca, T. K., Silva, M. A. I., & Gonçalves, M. F. C. (2014). Atividades educativas em saúde na educação básica: um estudo a partir da inserção de estudantes de licenciatura em enfermagem na escola. Revista Ibero-Americana De Estudos Em Educação, 8(3), 662–666. https://doi.org/10.21723/riaee.v8i3.6588

Edição

Seção

Artigos