Análise da educação escolar sob a ótica bourdieusiana

Autores

  • Robinson Alves Dias Mestrando em Educação Escolar. UNESP – Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Ciências e Letras – Pós-graduação em Educação Escolar. Araraquara – SP - Brasil. 14800-901
  • Fábio Tadeu Reina UNESP – Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Ciências e Letras. Araraquara – SP - Brasil. 14800-901
  • Maria José Romanatto UNESP – Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Ciências e Letras - Departamento de Ciências da Educação. Araraquara – SP - Brasil. 14800-901
  • Regina Celia Bedin Doutoranda em Educação Escolar. UNESP - Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Ciências e Letras – Pós-graduação em Educação Escolar. Araraquara – SP - Brasil. 14800-901

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v8i3.6595

Resumo

Várias são as possibilidades de entender a importância da educação escolar, portanto, este artigo de revisão bibliográfica vem mostrar por meio da teoria sociológica de Pierre Bourdieu que a escola não é definida como um conceito de equalização social, mas uma colaboração para a reprodução estruturante da sociedade. E ao coadunar com esta ação, a escola tende a valorizar os conceitos hegemônicos, de tal maneira que age de forma consciente ou inconsciente na agregação de valores da herança cultural, imposta pela classe dominante, ou seja, das camadas da elite societária.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

DIAS, R. A.; REINA, F. T.; ROMANATTO, M. J.; BEDIN, R. C. Análise da educação escolar sob a ótica bourdieusiana. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 8, n. 3, p. 729–737, 2014. DOI: 10.21723/riaee.v8i3.6595. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/6595. Acesso em: 5 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)