A infraestrutura das escolas de ensino fundamental da Região do Grande ABC paulista

Paulo Sergio Garcia, Leandro Campi Prearo, Maria do Carmo Romero, Marcos Sidnei Bassi

Resumo


No Brasil, o sistema de avaliação educacional procura investigar e compreender os fatores que influenciam o desempenho dos alunos em testes de larga escala para, com tal entendimento, lançar políticas para melhorar da educação brasileira. Um desses fatores é a infraestrutura das escolas que no cenário brasileiro influencia a aprendizagem dos alunos. Este estudo investiga, explorando, identificando e descrevendo, a infraestrutura das escolas de ensino fundamental da Região do Grande ABC Paulista, coletando informações a partir do Censo escolar de 2013 e analisando-as sob a perspectiva quantitativa. Foram identificadas e analisadas 17 categorias (Água filtrada, Sanitário, Esgoto, Cozinha, Energia Elétrica, Laboratório de informática, Laboratório de Ciências, Biblioteca, TV, DVD, Acesso à Internet, Computadores, Sala de Diretoria, Sala de professores, Impressora, Copiadora e Quadra esportiva) e realizadas comparações com o cenário brasileiro. Os resultados mostraram que a infraestrutura escolar da Região está bem consolidada, superando de longe a dura realidade brasileira. Em uma escala desenvolvida por pesquisadores brasileiros para medir a infraestrutura das escolas, a Região está situada no nível avançado (74%). A compreensão de tal realidade pode favorecer a reflexão sobre possíveis alternativas para a organização ou reformas do sistema educacional ou das escolas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v9i3.6841



Direitos autorais 2015 Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação

 

Rev. Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1982-5587, ISSN: 2446-8606.

DOI Prefix: 10.21723/riaee

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.