Formação profissional de nível médio em Viçosa: a reedição da dualidade estrutural

Autores

  • Mariana Ribeiro Cardoso Queiroz Mestranda em Educação. UFV – Universidade Federal de Viçosa - Pós-graduação em Educação. Viçosa – MG - Brasil.
  • Joana D’Arc Germano Hollerbach Doutoranda em Educação. UFSCAr – Universidade Federal de São Carlos - Pós-graduação em Educação. São Carlos – SP - 13565-905. UFV – Universidade Federal de Viçosa. Departamento de Educação. Viçosa- MG - Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v9i1.6861

Resumo

A articulação entre o ensino médio e o ensino profissional brasileiro vem sendo realizada em meio a discussões que ora se pautam pela formação para o trabalho, ora para um ensino de formação geral. No intuito de contribuir para esse debate, este artigo tem por objetivo mapear a formação profissional em nível médio, no município de Viçosa- MG. Pretende-se, ainda, realizar uma breve contextualização da relação do ensino médio com a educação profissional e do incentivo da iniciativa pública para os setores privados. Para realizar esse mapeamento e essa contextualização, foram realizadas entrevistas semiestruturadas além de observação no campo. Por fim, consideramos que esse tema deixa algumas sinalizações, como, a manutenção da dualidade estrutural, a visão de educação profissional ainda como educação para as classes menos favorecidas, e a indicação de que essa modalidade de formação continua sendo muito procurada por aqueles que não tiveram a oportunidade de cursar um nível superior, embora continuem a desejar esse nível na perspectiva de melhores condições de vida.

Downloads

Como Citar

QUEIROZ, M. R. C.; HOLLERBACH, J. D. G. Formação profissional de nível médio em Viçosa: a reedição da dualidade estrutural. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 9, n. 1, p. 102–111, 2014. DOI: 10.21723/riaee.v9i1.6861. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/6861. Acesso em: 25 fev. 2021.

Edição

Seção

Artigos