Futebol juvenil: entre o imaginário e a materialidade da vida nas categorias de base no brasil

Autores

  • Carlos Eduardo Candido Pereira Doutorando em Educação Escolar. UNESP – Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Ciências e Letras – Pós-graduação em Educação Escolar. Araraquara – SP – Brasil.
  • Jose Luís Bizelli UNESP - Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Ciências e Letras - Departamento de Antropologia Política e Filosofia. Araraquara – SP – Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v9i2.7032

Resumo


As categorias de base do futebol brasileiro criam – no imaginário de crianças e jovens pobres – uma janela para um futuro melhor. Diante de precárias condições objetivas, os clubes recebem os futuros atletas, sem uma preocupação educativa que favoreça a vida profissional adulta. As contradições – que se estabelecem entre o habitus dos aspirantes ao futebol profissional e as condições materiais de existência oferecidas pelas escolinhas de futebol – criam um espaço importante para a atuação de educadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

13/06/2014

Como Citar

PEREIRA, C. E. C.; BIZELLI, J. L. Futebol juvenil: entre o imaginário e a materialidade da vida nas categorias de base no brasil. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 9, n. 2, p. 219–235, 2014. DOI: 10.21723/riaee.v9i2.7032. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/7032. Acesso em: 11 abr. 2021.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>