Escola Parque: notas sobre a proposta de Anísio Teixeira para o ensino básico no Brasil

Autores

  • Sandra Regina Cassol Carbello Doutoranda em Educação Escolar – UNESP – Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Ciências e Letras – Pós-graduação em Educação Escolar. Araraquara – SP - Brasil. 14800-901. UEM - Universidade Estadual de Maringá - Departamento de Fundamentos da Educação. Maringá – PR – Brasil.
  • Ricardo Ribeiro UNESP – Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Ciências e Letras. Araraquara – SP - Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v9i2.7041

Resumo

Este artigo versa sobre a Escola Parque, proposta elaborada por Anísio Teixeira para organizar o ensino básico no Brasil. Trata-se de um estudo bibliográfico, ancorado em textos produzidos pelo próprio autor e por pesquisadores que se dedicaram ao seu legado. Os registros mostram que a proposta da Escola Parque era um ensaio, audacioso e inovador, para organizar uma política para o ensino primário no Brasil.  Foi eximiamente planejada e destacava-se nos aspectos arquitetônico e pedagógico. A experiência da Escola Parque mostrou que é possível ofertar uma educação pública de qualidade e, para tanto, é fundamental compromisso político e sólida formação docente.

Downloads

Publicado

13/06/2014

Como Citar

CARBELLO, S. R. C.; RIBEIRO, R. Escola Parque: notas sobre a proposta de Anísio Teixeira para o ensino básico no Brasil. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 9, n. 2, p. 365–377, 2014. DOI: 10.21723/riaee.v9i2.7041. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/7041. Acesso em: 6 mar. 2021.

Edição

Seção

Artigos