Conteúdo e forma, razão e sensibilidade no processo de ensino-aprendizagem

Autores

  • Luciane Neuvald Universidade Estadual do Centro Oeste (UNICENTRO)
  • Aliandra Cristina Mesomo Lira Universidade Estadual do Centro Oeste (UNICENTRO)

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v11.n3.p7601

Palavras-chave:

Adorno. Razão e sensibilidade. Ensino-aprendizagem.

Resumo

Pretende-se refletir sobre a relação entre conteúdo e forma a partir do par conceitual razão e sensibilidade. Entende-se que a experiência estética abre espaço para o diálogo entre os dois elementos que compõem o último par conceitual, contribuindo para que a relação entre conteúdo e forma resista ao dualismo e à espetacularização do ensino. A análise fundamentada no referencial teórico adorniano vislumbra, na arte, a potencialidade formativa e a possibilidade de pensar e conhecer acolhedoramente o objeto de conhecimento. Nesses termos, a experiência estética enquanto experiência formativa pressupõe a negação da lógica instrumental e a ênfase na lógica emancipatória. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciane Neuvald, Universidade Estadual do Centro Oeste (UNICENTRO)

Professora Adjunta do Departamento de Pedagogia e do Programa de Pós-graduação em Educação da Unicentro.

Aliandra Cristina Mesomo Lira, Universidade Estadual do Centro Oeste (UNICENTRO)

Professora Adjunta do Departamento de Pedagogia e do Programa de Pós-graduação em Educação da Unicentro.

Downloads

Publicado

20/10/2016

Como Citar

NEUVALD, L.; MESOMO LIRA, A. C. Conteúdo e forma, razão e sensibilidade no processo de ensino-aprendizagem. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 11, n. 3, p. 1331–1342, 2016. DOI: 10.21723/riaee.v11.n3.p7601. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/7601. Acesso em: 18 abr. 2021.

Edição

Seção

Artigos