Homem-máquina: as produções discursivas e os processos de subjetividade desenvolvidos na integração do sujeito com redes digitais

Autores

  • Fausi dos Santos Mestre em Linguística. Unifran - Universidade de Franca. Pesquisador Capes/Obeduc/Inep em Análise do Discurso. Professor. UNIESP – Instituto Educacional do Estado de São Paulo. Bauru – SP – Brasil.
  • Maria Regina Momesso Doutora em Linguística e Análise do Discurso. UNESP – Universidade do Estado de São Paulo, Campus de Assis. Professora. CTI//UNESP - Colégio Técnico Industrial de Bauru e do Programa de Pós-Graduação em Educação Sexual da UNESP – Universidade Estadual Paulista. Araraquara – SP – Brasil.
  • Paulo Rennes Marçal Ribeiro Livre-Docente em Sexologia e Educação Sexual. UNESP – Universidade Estadual Paulista. Professor Adjunto no Departamento de Psicologia da Educação e Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Educação Sexual. UNESP – Universidade Estadual Paulista. Araraquara – SP – Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v10i2.7845

Resumo

O artigo apresenta, a partir da Análise do Discurso de linha francesa, a concepção de sujeito e sua vinculação com o corpo, a razão e os efeitos de sentido produzidos nas redes digitais. Parte da noção de sujeito pensante na filosofia cartesiana, no qual a razão exerce poder sobre o corpo e a matéria. O corpo para Descartes é um obstáculo a ser superado pela mente. Já em Foucault, há um deslocamento da noção de sujeito enquanto unidade ontológica para a noção de sujeito como uma função do discurso. Para Foucault, o sujeito se faz como produto de uma interação sócio-biológica, que se faz e refaz segundo a função e o posicionamento que ocupa no ato discursivo. As redes digitais são espaços de subjetividade, onde ocorre o deslocamento do sujeito em relação ao seu corpo que é anulado momentaneamente enquanto veículo ou invólucro da função-sujeito, dando vazão para a livre circulação do sujeito e da mente em espaços rizomáticos e digitais.

Downloads

Como Citar

SANTOS, F. dos; MOMESSO, M. R.; RIBEIRO, P. R. M. Homem-máquina: as produções discursivas e os processos de subjetividade desenvolvidos na integração do sujeito com redes digitais. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 10, n. 2, p. 357–370, 2015. DOI: 10.21723/riaee.v10i2.7845. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/7845. Acesso em: 28 fev. 2021.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>