Orientação acadêmica e profissional dos estudantes com deficiência nas universidades italianas

Leonardo Santos Amâncio Cabral, Enicéia Gonçalves Mendes, Lucia de Anna

Resumo


O presente artigo é parte de um projeto europeu mais amplo que visou o desenvolvimento de um programa de apoio a estudantes com deficiências durante seu percurso acadêmico e no processo de sua transição ao mercado de trabalho. O objetivo específico do presente estudo consistiu em implementar e avaliar um programa de orientação acadêmica e profissional a esse público alvo. A proposta, baseada num programa já existente no contexto dinamarquês, foi implementada em três universidades italianas, e 43 pessoas foram envolvidas na avaliação de sua eficácia: 20 estudantes universitários com deficiência em fase de transição ao mundo do trabalho, 20 tutores empresariais e 3 tutores acadêmicos. Como resultado, a experiência possibilitou a identificação de elementos-chave relacionados ao percurso acadêmico, à aquisição de competências profissionais dos estudantes, à transição para a vida adulta e o mundo do trabalho. Além disso, foram identificados elementos que contribuem para a constituição do perfil dos tutores acadêmicos e profissionais no ambiente universitário e profissional. Entende- se, com este estudo, que cabe à comunidade científica avançar no processo, reunindo indicadores de boas práticas que possam contribuir para estratégias concretas que garantam a efetiva inclusão social e no trabalho das pessoas com deficiência.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21723/riaee.v10i5.7915



Direitos autorais 2015 Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação

 

Rev. Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1982-5587

DOI Prefix: 10.21723/riaee

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.