Professores da educação básica e temas de sexualidade e drogas na escola: ações de promoção da saúde para os alunos

Autores

  • Neire Aparecida Machado Scarpini Pedagoga. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem Psiquiátrica e Recursos Humanos. USP – Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto. Bolsista Capes Programa Pró-Ensino na Saúde. Ribeirão Preto - SP – Brasil. 14040-902
  • Luciane Sá de Andrade Psicóloga. Professora Doutora. USP - Universidade de São Paulo. Docente da área de Ciências Humanas do Departamento de Enfermagem Psiquiátrica e Ciências Humanas. USP – Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto. Ribeirão Preto - SP – Brasil. 14040-902
  • Marlene Fagundes Carvalho Gonçalves Pedagoga e Professora Doutora. USP – Universidade de São Paulo. Docente da área de Ciências Humanas do Departamento de Enfermagem Psiquiátrica e Ciências Humanas. USP – Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto. Ribeirão Preto - SP – Brasil. 14040-902

DOI:

https://doi.org/10.21723/RIAEE.v11.esp.1.p445

Palavras-chave:

Promoção da saúde, Enfermeiros licenciandos, Sexualidade, Drogas, Escola,

Resumo

Este trabalho, dentro de uma abordagem qualitativa histórico-cultural, analisa qual a posição dos professores da Educação Básica em relação às ações sobre as temáticas de sexualidade e drogas desenvolvidas pelos enfermeiros licenciandos na escola. Utilizou-se a técnica do grupo focal e observação para desenvolver a pesquisa em três escolas públicas do interior paulista. Obteve-se a participação de 29 professores. Os professores, a partir de suas preocupações com as situações que emergem no espaço escolar e as dificuldades de lidar com temáticas da sexualidade e drogas, esperam que as ações de promoção da saúde desenvolvidas por licenciandos em enfermagem sejam vistas como necessárias e tenham duração de longo prazo, para, assim, atenderem às necessidades de seus alunos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

04/05/2016

Como Citar

SCARPINI, N. A. M.; ANDRADE, L. S. de; GONÇALVES, M. F. C. Professores da educação básica e temas de sexualidade e drogas na escola: ações de promoção da saúde para os alunos. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 11, n. esp.1, p. 445–455, 2016. DOI: 10.21723/RIAEE.v11.esp.1.p445. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/8565. Acesso em: 8 mar. 2021.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)