Estratégia institucional: relação entre o PDI, PPI e planejamento estratégico no IFB

Pedro Henrique Rodrigues de Camargo Dias, Jonilto Costa Sousa, Cecília Cândida Frasão Vieira

Resumo


O presente estudo tem por objetivo identificar e caracterizar a relação do Plano de Desenvolvimento Institucional– PDI –, Projeto Pedagógico Institucional – PPI –, e o Planejamento Estratégico, especificamente no âmbito da eficácia organizacional. O PDI, PPI e Planejamento estratégico no Instituição Federal de Brasília – IFB –, se inter-relacionam, interagem em decorrência de sua natureza estratégica como foco nos resultados organizacionais. O estudo de abordagem qualitativa, de natureza aplicada e caráter exploratório, é instrumentalizado pela técnica documental e entrevistas semiestruturada, bem como análise de conteúdo. Os resultados evidenciaram que a integração eficiente entre PDI, PPI e Planejamento Estratégico, além de comunicar a missão, objetivos e metas institucionais, corroboram na construção de uma instituição de referência com a educação de qualidade, afirmando sua função social, orientando a ação dos servidores e gestores.


Palavras-chave


Plano de desenvolvimento institucional. Projeto pedagógico institucional. Planejamento estratégico. Estratégia. Resultado.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, M. A. D. Planejamento estratégico: um instrumental à disposição das universidades? Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, FGV, n.30, p. 74-86, jul./ago. 1996.

BRASIL. Decreto nº 5773, de 9 de maio de 2006. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2015.

_______. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP. Avaliação externa de Instituições de Educação Superior: Diretrizes e Instrumentos. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2015.

________. Plano de Desenvolvimento Institucional: PDI 2014-2018. Instituto Federal de Brasília. Acesso em 03 jan 2016. Disponível em: . Acesso em: 03 jan. 2016.

CRESWELL, J.W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. Trad. Luciana de Oliveira da Rocha. Porto Alegre: Artmed, 2007.

DAL MAGRO, C.B.; RAUSCH, R.B. Plano de Desenvolvimento Institucional de Universidades Federais Brasileiras. Administração, ensino e pesquisa, RJ, v. 13 n. 3, p. 427–454, jul/ago. set. 2012.

FALKEMBACH, E. M. F. Planejamento Participativo: uma maneira de pensa-lo e encaminhá-lo com base na escola. In. VEIGA. I. P. A. Projeto Político Pedagógico da Escola: uma construção possível. Campinas, SP: Papirus, 2010.

FALQUETO, J. M. Z. A Implantação do planejamento estratégico em universidades: O Caso da Universidade de Brasília. 191 f. Dissertação (Mestrado em Administração Pública) – Universidade de Brasília, Brasília, 2012.

FORPLAD. Fórum dos Pró-Reitores de Planejamento e Administração das Instituições Federais. Planejamento Estratégico em Instituições Federais de ensino superior: proposta de processo participativo, dez. 1995.

FRANCISCO, T. H. A.; et al. O impacto da estrutur, legal do PDI no processo de planejamento estratégico de instituições do sistema AMPESC. Revista Gual, Edição Especial, p.133-162, 2011.

FRANCO, M. L. P. B. Análise de conteúdo. Brasília: Plano, 2003.

MARCELINO, G. F. Planejamento estratégico no setor público: uma experiência no Palácio do Planalto. Revista do Serviço Público. v. 53, n. 4, p. 107-124, 2002.

MARCELINO, G. F. (Org.). Gestão estratégica de universidade. 1ª ed. Brasília: Editora UnB, 2004.

MATIAS-PEREIRA, J. Manual de gestão pública contemporânea. 3ª ed. São Paulo: Editora Atlas S.A. 2010.

MEYER JR., V. Planejamento universitário: ato racional, político ou simbólico - um estudo de universidades brasileiras. Alcance (UNIVALI), Itajaí, v. 12, n. 3. p. 373-389, 2005.

MINTZBERG, H. The fall and rise of strategic planning. Harvard Business Review, v. 72, n. 1, p. 107-114, 1994.

MINTZBERG, H.; AHLSTRAND, B.; LAMPEL, J. Safári de estratégia: um roteiro pela selva do Planejamento Estratégico. Porto Alegre: Editora Bookman. 2ª ed. 2010.

MIZAEL, G. A.; et al. Análise do Plano de Desenvolvimento Institucional das universidades federais do Consórcio Sul-Sudeste de Minas Gerais. Revista de Administração Pública, vol.47, n.5, p. 1145-1164, 2013.

OTANI, N; HELOU, A. R. H. A; MICHELS, E. Diferenças entre o PDI e o planejamento estratégico na percepção dos PIs de IES do segmento privado não universitário. XI Colóquio Internacional sobre Gestão Universitária na América do Sul. Florianópolis, 2011.

PACHECO. E (org.). Institutos Federais: uma revolução na educação profissional e tecnológica. São Paulo, Editora Moderna, 2011.

SEGENREICH, S. C. D. O PDI como referente para avaliação de Instituições de Educação Superior: lições de uma experiência. Ensaio, Rio de Janeiro, v. 13, n. 47, p. 149-168, abr./jun. 2005.

SILVA, G. J. C. O ensino superior privado: o confronto entre lucro, expansão e qualidade. 2008. 282f. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais. Universidade de Brasília. Brasília, 2008.

VASCONCELLOS, C. S. Planejamento projeto de ensino: aprendizagem e projeto político-pedagógico. Ladermos Libertad-1. 7º ed. São Paulo, 2000.

VEIGA, I. P. A. FONSECA, M. (orgs.). As dimensões do projeto político-pedagógico. Campinas, SP: Papirus, 2001.

VEIGA, I. P. A. Projeto político-pedagógico da escola: uma construção possível. Papirus. 6ª ed. Campinas, SP, 2011.

VEIGA, I. P. A. Educação básica e educação superior: projeto político pedagógico. Papirus. 6ª ed. Campinas, SP, 2011.




DOI: https://doi.org/10.22633/rpge.v21.n2.2017.10069



Rev. on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1519-9029

DOI prefix: 10.22633/rpge

Licença Creative Commons 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.