Ensino médio em tempo integral e a escola de Antonio Gramsci

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v23i1.11818

Palavras-chave:

Ensino médio integral, Políticas públicas, Escola unitária.

Resumo

Esse artigo apresenta elementos que compõem o debate atual sobre o Ensino Médio em Tempo Integral, mais especificamente, a política pública intitulada Programa Ensino Médio Inovador criado em 2009 pelo Governo Federal e implementado nos diversos estados da Federação e a escola pensada por Antonio Gramsci. Busca através de aproximações e/ou antagonismos conversar com as ideias deste autor e de outros como Frigotto; Motta (2017), Savianni (2003) que se debruçaram sobre a temática do ensino médio no Brasil. A possibilidade da utilização dos conceitos de Gramsci no desenvolvimento de uma escola de ensino médio mais igualitária fez parte da construção deste estudo. A metodologia utilizada foi a pesquisa qualitativa, apoiada na análise documental e na pesquisa bibliográfica.

Biografia do Autor

Flavia Gonçalves da Silva, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), Campus Praia Vermelha

Mestranda em Educação pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) na linha de Pesquisa: Políticas, História e Cultura em Educação. Concluiu MBA em Gestão Empreendedora pela Universidade Federal Fluminense em 2014. Aperfeiçoou-se em Gestão da Educação Publica pela Universidade Federal de Juiz de Fora em 2007. Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal Fluminense (2004). Iniciou trajetória de trabalho nos Centros Integrados de Educação Publica(CIEP) no Estado do Rio de Janeiro em 1994, atuando em escolas em regime de tempo integral como docente das séries iniciais ate o ano de 2005. E servidora Estadual da Secretaria de Estado de Educação do Estado do Rio de Janeiro.Tem experiência na área de Coordenação Pedagógica e Gestão. Atua como gestora publica em unidades escolares desde 2003. Integrante do Núcleo de Estudos - Tempos, Espaços e Educação Integral (NEEPHI/UNIRIO) e do Grupo de Pesquisa Políticas, Gestão e Financiamento em Educação(UNIRIO).

Elisangela da Silva Bernado, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), Campus Praia Vermelha

Profa. Dra. Elisangela da Silva BernadoCoordenadora do Mestrado em Educação/PPGEduProfessora Adjunta do Programa de Pós-Graduação em Educação e da Escola de Educação
Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO
Centro de Ciências Humanas e Sociais - CCHDepartamento de Fundamentos da Educação

Referências

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada em 5 de outubro de 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm.

BRASIL. Ministério de Educação e Cultura. LDB - Lei nº 9394/96, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da Educação Nacional. Brasília: MEC, 1996.

BRASIL. PARECER CNE/CP N. 11/2009. Proposta de experiência curricular inovadora do Ensino Médio. Ministério da Educação. 2009.

BRASIL. Ministério de Educação e Cultura. Portaria Nº 971, de 09 de outubro de 2009. Institui no âmbito do Ministério da Educação, o Programa Ensino Médio Inovador. Disponível em: http://pactoensinomedio.mec.gov.br/images/pdf/port_971_09102009.pdf. Acesso em: 23 abr. 2017

BRASIL. Lei nº 13.005 de 25 de junho de 2014. Aprova o plano Nacional de Educação-PNE e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm. Acesso em: 12 ago. 2017.

BRASIL. FNDE. Resolução Nº 4 de 25 de outubro de 2016. Destina recursos financeiros, nos moldes operacionais e regulamentares do Programa Dinheiro Direto na escola-PDDE, a escolas públicas estaduais e do Distrito Federal, a fim de apoiar e fortalecer o desenvolvimento de propostas curriculares inovadoras, em conformidade com o Programa Ensino Médio Inovador. Diário Oficial da União, 26 de outubro de 2016.

BRASIL. Lei nº 13.415 de 16 de fevereiro 2017. Altera as Leis nos 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e 11.494, de 20 de junho 2007, que regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, a Consolidação das Leis do Trabalho - CLT, aprovada pelo Decreto-Lei no 5.452, de 1o de maio de 1943, e o Decreto-Lei no 236, de 28 de fevereiro de 1967; revoga a Lei no11. 161, de 5 de agosto de 2005; e institui a Política de Fomento à Implementação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/lei/L13415.htm. Acesso em: 12 ago. 2017.

CIAVATTA, Maria. Trabalho como princípio educativo. Dicionário da educação profissional em saúde. Fundação Oswaldo Cruz. Escola Politécnica Joaquim Venâncio. Rio de Janeiro, 2009. Disponível em: sites.espsjv.fiocruz.br. Acessado em: 01 jul. 2018.

FRIGOTTO, Gaudêncio; MOTTA, Vânia. Por que a urgência da Reforma do Ensino Médio? Medida provisória Nº 746/2016(Lei Nº 13.415/2017). Educação e Sociedade, Campinas, v. 38, n. 139, p. 355-372, abr./jun., 2017.

GRAMSCI, Antonio. Escritos Políticos, v. 1, Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2004.

HÖFLING, Eloisa de Mattos. Estado e políticas (públicas) sociais. Cadernos Cedes. Ano XXI, nº 55, novembro/2001. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo. php?script=sci_arttext&pid=S0101-32622001000300003. Acesso em: 12 ago. 2017

LIGUORI, Guido. PASQUALE Voza; Orgs. Dicionário Gramsciano (1926-1937) Tradução: Ana Maria Chiarini; Diego Silveira Coelho Ferreira, Leandro de Oliveira Galastri e Silvia de Bernadini-1 ed. São Paulo: boitempo, 2017.

LIGUORI, Guido. Ideologia, Dicionário Gramsciano (1926-1937). Tradução: Ana Maria Chiarini; Diego Silveira Coelho Ferreira, Leandro de Oliveira Galastri e Silvia de Bernadini-1 ed. São Paulo: boitempo, 2017.

META, Chiara. Escola, Dicionário Gramsciano (1926-1937). Tradução: Ana Maria Chiarini; Diego Silveira Coelho Ferreira, Leandro de Oliveira Galastri e Silvia de Bernadini-1 ed. São Paulo: boitempo, 2017.

NOSELLA, Paolo. A Escola de Gramsci. 5ª ed. Ampl-São Paulo: Cortez, 2016.

SALLES, Ricardo. Gramsci para historiadores. História da historiografia. Ouro preto, n. 10, dez., p. 211-228, 2012.

SAVIANI, Dermeval. O choque teórico da politecnia. Trabalho, Educação e Saúde. Rio de Janeiro: EPSJV, v. 1, n. 1, 2003.

SAVIANI, Dermeval. A Lei da Educação: LDB, trajetória, limites e perspectivas. 13º ed. Ver. Atual, e ampl-Campinas-São Paulo: Autores associados, 2016.

Publicado

02/01/2019

Como Citar

da Silva, F. G., & Bernado, E. da S. (2019). Ensino médio em tempo integral e a escola de Antonio Gramsci. Revista on Line De Política E Gestão Educacional, 23(1), 160–174. https://doi.org/10.22633/rpge.v23i1.11818

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.