Caminhos para a inovação no contexto educativo e escolar: o papel da mídia-educação

Rosineide de Andrade Rocha, Sílvio Henrique Fiscarelli, Rodolfo Augusto Rodrigues

Resumo


A escola precisa atender às novas demandas da Era Digital. Para tanto, é necessário repensar e refazer novas relações com o saber, com a cultura, com o currículo escolar e com os alunos. Deve encarar o seu papel de mediar o acesso e a apropriação crítica e criativa dos meios midiáticos pelos estudantes, superando o modelo cartesiano e academicista de ensino e de aprendizagem e ajudando os sujeitos a transformarem o conhecimento em pensamento e sabedoria. É preciso, como postula a BNCC (Base Nacional Comum Curricular), explorar a mídia-educação, fomentando a permanência qualificada na escola para todos. Em suma, esse trabalho bibliográfico pretende investigar alguns caminhos para a inovação pedagógica, para a construção de uma escola com qualidade e relevância social para as novas gerações.

Palavras-chave


Inovação; Ensino-aprendizagem; Tecnologias da informação e comunicação; BNCC; Ensino fundamental.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Referências


BIZELLI, José Luis. Inovação, limites e possibilidades para aprender na era do conhecimento. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2013.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular: Educação Infantil e Ensino Fundamental. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Básica, 2017.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

LEMES, Sebastião de Souza. O currículo para a escola democratizada: das pistas históricas às perspectivas necessárias. In: Cadernos de Formação – Formação de professores. PROGRAD/UNESP, São Paulo: Cultura Acadêmica, 2013.

LEVY, Pierre. O que é virtual? São Paulo: Ed. 34, 1996.

MORIN, Edgar; CIURANA, Emílio Roger; MOTTA, Raul Domingo. Educar na Era Planetária: O pensamento complexo como método de aprendizagem no erro e na incerteza humana. Tradução: Sandra Trabucco Valenzuela. São Paulo: Cortez, 2003.

PÉREZ GÓMES, I. Ángel. Educação na era digital: a escola educativa. Tradução Marisa Guedes; revisão técnica: Bartira Costa Neves. Porto Alegre: Penso, 2015.

PRENSKY, Marc. Nativos digitais, imigrantes digitais. Tradução de Roberta de Moraes Jesus de Souza. De On the Horizon (NCB University Press, Vol. 9 Nº. 5, outubro de 2001).




DOI: https://doi.org/10.22633/rpge.v24i1.13422



Rev. on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, SP, Brasil, e-ISSN: 1519-9029

DOI prefix: 10.22633/rpge

Licença Creative Commons 

Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.