A pedagogia da não violência como princípio da pedagogia humanística

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22633/rpge.v25iesp.6.16119

Palavras-chave:

Professor moderno, Pedagogia da não violência, Formação profissional, Alunos

Resumo

Um professor moderno é obrigado a construir relacionamentos com os alunos em confiança mútua, de forma não violenta, é aceitar os objetivos e interesses das crianças, criar condições para realizar e desenvolver todo o seu potencial, e formar a personalidade como um todo. O presente artigo concentra-se na problemática da formação da posição de não violência entre os alunos formandos em formação docente no processo de sua formação profissional no ensino superior. Para satisfazer o objetivo do estudo, análise teórico, generalização, sistematização, síntese, modelagem; e empírico - são utilizados métodos de conversação, observação, quantitativos e qualitativos. O artigo apresenta o complexo de condições pedagógicas do autor que garantem a formação de uma posição de não violência entre os alunos da especialidade pedagógica no processo de sua formação profissional em uma instituição de ensino superior e descreve os resultados de um trabalho experimental que confirmou a hipótese apresentada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Galina V. Tuguleva, Nosov Magnitogorsk State Technical University, Magnitogorsk – Russia

Ph.D., Associate Professor.

Inessa V. Kashuba, Nosov Magnitogorsk State Technical University, Magnitogorsk – Russia

Ph.D., Associate Professor.

Marina V. Romanova, Nosov Magnitogorsk State Technical University, Magnitogorsk – Russia

Ph.D., Associate Professor.

Veronika V. Tsurkan, Nosov Magnitogorsk State Technical University, Magnitogorsk – Russia

Ph.D., Associate.

Nuria M. Rakhimova, Nosov Magnitogorsk State Technical University, Magnitogorsk – Russia

Ph.D., Associate Professor.

Svetlana S. Velikanova, Nosov Magnitogorsk State Technical University, Magnitogorsk – Russia

Ph.D., Head of the Department of Pedagogical Education and Records Management.

Referências

BAIKHANOV, I. B. Theorists of Nonviolence and Ideologists of Violence: Comments and Interpretation of the Conflicts. Vlast’, n. 9, p. 83-87, 2012.

BAKHOLSKAYA, N. А. The Influence of Interactive Training on the Development of Professional Direction of Teacher Training Specialty Students of Universities. Studies in the Humanities and Pedagogy. – Magnitogorsk: Nosov Magnitogorsk State Technical University Press,. v. 1, n. 1, p. 45-49, 2017.

CAMPBELL, D. Stereotypes and perception of group differences. American Psychologist, v. 22, p. 817-829, 1967.

HAROLD, W. B. Psychology of Learnind & Teaching. N.Y., 1965.

KHAIRULLOV, Z. R. Formation of Self-Actualization in Profession. Integration of Education, n. 3, p. 156-160, 2005.

MAGOMEDOVA, М. К. Values of Nonviolence in the System of Human Truths. Kazan Educational Journal, n. 11-12, p. 150-154. 2009.

MOROZOVA, О. Е. On the Question of Value Foundations of the Principle of Tolerance. Current Problems of Contemporary Science., n. 6, p. 80-82, 2007.

SAKHARCHUK, Е. I. Management of the Quality of Specialists Teaching Training as a Pedagogical Problem. Integration of Education, v. 3, n. 36, p. 50-54, 2004.

SARANTSEV, G. Harmonization of Professional Training of a Bachelor’s Degree Recipient in Teacher Education. Integration of Education, n. 2, p. 211-219, 2016.

SITAROV, V. А. Violence and Nonviolence. Knowledge. Understanding. Practice, n. 1, p. 135-139, 2005.

STRELKOV V. I. Experimental Designing of a Professional Environment of a Teacher. Human Ecology, n. 6, p. 25-29, 2007.

TITOVA О. I. Tolerant Attitude to Uncertainty as a Factor of Attitude to Corporate Interaction in the Context of the Development of Culture-Universal Competences of Higher School Students. Siberian Psychological Journal, n. 68, p. 131-142, 2018.

Publicado

30/12/2021

Como Citar

TUGULEVA, G. V.; KASHUBA, I. V.; ROMANOVA, M. V.; TSURKAN, V. V.; RAKHIMOVA, N. M.; VELIKANOVA, S. S. A pedagogia da não violência como princípio da pedagogia humanística. Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v. 25, n. esp.6, p. 3596–3603, 2021. DOI: 10.22633/rpge.v25iesp.6.16119. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/rpge/article/view/16119. Acesso em: 20 fev. 2024.