Proposições da OCDE para América Latina: o Pisa como instrumento de padronização da educação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21723/riaee.v14iesp.3.12756

Palavras-chave:

Política educacional, OCDE, PISA, América Latina.

Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar as proposições educacionais da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) para a região latino-americana. Para isso analisa documentos que apresentam propostas aos países da região. Parte-se da compreensão que, a partir dos resultados do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa), o Organismo Internacional pressiona os países a adotarem uma concepção que tem como seu epicentro a política de competências e habilidades para atender as demandas do mercado de trabalho no mundo globalizado. Aponta contradições nas proposições que, na aparência defendem a educação pública, mas, em essência, intentam padronizar os sistemas. Conclui que o viés comparativo a fim de padronização caminha na contramão das finalidades públicas e sociais da educação.

Biografia do Autor

Rodrigo da Silva Pereira, Universidade Federal da Bahia, Campus do Canela, Salvador – Bahia.

Professor adjunto da Faculdade de Educação, atuando na graduação e no Programa de Pós-Graduação em Educação. Membro da Linha de Pesquisas em Políticas e Gestão da Educação/FACED-UFBA.

Referências

DUARTE, Newton. Sociedade do conhecimento ou sociedade das ilusões? Quatro ensaios crítico-dialéticos em filosofia da educação. Campinas, SP: Autores Associados, 2008.

FRIGOTTO, Gaudêncio. Educação e a crise do capitalismo real. São Paulo, Cortez, 1995.

GENTILI, Pablo. Três teses sobre a relação trabalho e educação em tempos neoliberais. In: LOMBARDI, José Claudinei; SAVIANI, Demerval; SANFELICE, José Luís (Orgs.). Capitalismo, trabalho e educação. 3ºed. Campinas, SP: Autores Associados, HISTEDBR, 2005.

KUENZER. A.Z. Inclusão excludente e Exclusão includente. In: LOMBARDI, José Claudinei; SAVIANI, Demerval; SANFELICE, José Luís (Orgs.). Capitalismo, trabalho e educação. 3ºed. Campinas, SP: Autores Associados, HISTEDBR, 2005.

LIMA, Licínio C. A Educação faz tudo? Crítica ao pedagogismo na “sociedade da aprendizagem”. Revista Lusófona de Educação, n.15, p. 41-54. 2010.

OCDE. Capital humano: Cómo influye en su vida lo que usted sabe. Publicações OCDE. 2007.

OCDE. Melhores competências, melhores empregos, melhores condições de vida: Uma abordagem estratégica das políticas de competências. Publicações da OCDE, 2013.

OCDE. Fomentando o crescimento inclusivo da produtividade na América Latina. Publicações da OCDE, 2016.

OCDE. Activos con América Latina y el Caribe. Publicações da OCDE, 2017.

OCDE. Competencias en Iberoamérica: Análisis de PISA 2015. Fundación Santillana, 2018.

Publicado

30/08/2019

Como Citar

PEREIRA, R. da S. Proposições da OCDE para América Latina: o Pisa como instrumento de padronização da educação. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, Araraquara, v. 14, n. esp.3, p. 1717–1732, 2019. DOI: 10.21723/riaee.v14iesp.3.12756. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/12756. Acesso em: 5 mar. 2021.